Apple ainda não decidiu como será o ecrã do iPhone SE 4

Carlos Oliveira
Comentar

Há poucas semanas revelamos os renders de Jon Prosser acerca do iPhone SE 4, o próximo smartphone barato da Apple. Essas imagens mostram que o equipamento será baseado no iPhone XR, significando a utilização de um painel LCD de 6,1 polegadas.

Contudo, o conceituado analista de ecrãs Ross Young vem agora afirmar que ainda há muito por decidir acerca deste equipamento. Em rigor, a Apple batalha para fazer uma escolha acerca do ecrã a usar no iPhone SE 4.

Apple dividida entre um ecrã de 5,7 ou 6,1 polegadas para o iPhone SE 4

Segundo as mais recentes declarações de Ross Young, a Apple permanece dividida acerca do ecrã a incorporar no iPhone SE 4. Não só relativamente à sua diagonal, como também acerca da sua tecnologia.

iPhone SE 4

Em cima da mesa está a possibilidade de utilizar um painel de 5,7 ou 6,1 polegadas com tecnologia LCD. A segunda hipótese recai sobre um ecrã com 6,1 polegadas de diagonal, mas com tecnologia OLED.

Do ponto de vista do utilizador, a possibilidade que maior interesse desperta é certamente a utilização de um ecrã com tecnologia OLED. Sobretudo pelo facto de estes oferecerem uma melhor reprodução e saturação de cor quando comprados com os LCD.

Em contrapartida, um ecrã de tecnologia LCD será mais barato de adquirir e consequentemente o produto final será mais acessível. Esta é a dualidade com que a Apple se depara atualmente e que motiva a sua indecisão.

Segundo Ross Young, já está definido que o iPhone SE 4 irá finalmente contar com um ecrã a cobrir quase toda a parte frontal do equipamento. Isso significa que será o primeiro modelo mais barato da Apple a chegar com uma notch.

Ainda por definir está a inclusão da tecnologia Face ID neste equipamento ou a opção pelo Touch ID. Numa nota pessoal, parece-me mais plausível que a Apple opte pela última opção para diminuir os custos de produção do próximo iPhone SE.

Relativamente à sua apresentação, Ross Young afirma que acontecerá em 2024, ao passo que Jon Prosser diz que chegará já na primavera de 2023. Veremos quem dos dois estará correto.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.