Android. Xiaomi Mi 7 está equipado com 8GB de RAM tal como o OnePlus

Rui Bacelar
Lei Jun Xiaomi Mi 7 Android Smartphone Xiaomi Mi 7 OnePlus
O próximo topo de gama da marca deverá ser apresentado em abril ©reuters

Será uma das grandes "baixas" do MWC 2018. De acordo com uma nova peça da publicação chinesa mydrivers, o smartphone Android, o Xiaomi Mi 7 não será apresentado oficialmente em fevereiro. Fica assim um pouco mais pobre o congresso de tecnologia celebrado anualmente em Barcelona. Já por outro lado, numa das suas versões, será uma máquina capaz de rivalizar com a OnePlus.

Relativamente à sua apresentação esta é a segunda fonte a afirmar que o topo de gama da fabricante chinesa não será apresentado aquando dos Samsung Galaxy S9. Todavia, é uma das primeiras (senão mesmo a primeira) a sugerir um total de 8GB de memória RAM no Xiaomi Mi 7. Tal e qual a OnePlus no seu OnePlus 5 e OnePlus 5T. Estes foram os primeiros smartphones da indústria com este valor de RAM.

Vê ainda: 16 aplicações gratuitas na Google Play Store para o teu Android

A Xiaomi sempre nos habituou, praticamente desde o seu início em 2010, aos seus dispositivos Android com uma excelente relação preço/qualidade. Basta olhar para o Xiaomi Mi 6, um dos líderes em todo o mercado Android no que diz respeito a esta preciosa relação preço / qualidade.

Ainda hoje, por menos de 400 dólares quando foi lançado, o topo de gama de 2017 podia não ter tanta memória RAM como os dispositivos OnePlus. Todos eles chegariam depois de si. Mesmo assim, com uma câmara dupla. Elegante construção. E claro, um poderoso processador (Qualcomm Snapdragon 835), era muito provavelmente a melhor alternativa aos dispositivos da OnePlus.

Xiaomi Mi 7 chegará já preparado para o OnePlus 6

Voltemos agora as nossas atenções para a peça da mydrivers. Esta sugere que a fabricante Android vá agora lançar o seu topo de gama mais caro de toda a linha "Mi". Todavia, existirá uma causa válida para o referido aumento de preços. Os seus componentes. Desde logo o Snapdragon 845 da Qualcomm com 6 ou 8GB de memória RAM (estará disponível em duas variantes). Algo que obviamente carece de confirmação.

A fonte chinesa cita também o fim dos módulos de 4GB de memória RAM para os topos de gama da Xiaomi. Algo que não é de estranhar, sobretudo quando da China já chegam topos de gama Android igualmente competitivos e com 8GB de RAM. Já desde meados de 2017 que a OnePlus adotou estes módulos de 8GB de RAM. Algo que certamente não passou despercebido à fabricante fundada por Lei Jun em 2010.

Se a OnePlus tem, a Xiaomi tem. O mercado mobile Android assim o exige

OnePlus Xiaomi Mi 6 Xiaomi Mi 7 Android
O próximo topo de gama da tecnológica chinesa deverá ser um pouco mais caro.

Tal é a competitividade do mercado mobile que nenhuma construtora se pode deixar ficar para trás. Seja ao fornecer as atualizações mais recentes do Android ou ao incorporar o mais poderoso hardware disponível no mercado. Agora, para o seu Xiaomi Mi 7 ter uma boa chance de luta perante os S9, Huawei P10, LG G7 e os OnePlus 6, o preço só por si não o ajudará. Aliás, a versão de topo do Xiaomi Mi 7 poderá custar 475 dólares.

Com efeito, a mydrivers, aqui citada pela publicação TheAndroidSoul, é segunda fonte a sugerir este aumento de preços para o topo de gama Android. Segundo esta, a versão de topo terá 8GB de memória RAM e 256GB de armazenamento interno.

Custará o equivalente a 3000 yuan ou 475 dólares / 382 euros. Valor para o mercado chinês à taxa de câmbio atual - 1 Yuan = 0,15824 dólares ou 0,12726 euros. Pessoalmente acredito que este valor se refira à versão base, com 6GB de RAM. Mesmo assim, será um dispositivo Android capaz de rivalizar até com o preço dos OnePlus.

As fontes avançam ainda que o Xiaomi Mi 7 terá uma edição especial. Feita em cerâmica negra com alguns detalhes dourados, possivelmente. Algo que também já vimos em vários dos seus dispositivos Android. Aqui, não temos motivos para duvidar das informações avançadas pelas fontes chinesas.

OnePlus e Xiaomi são duas das marcas com melhor relação preço / qualidade

Xiaomi Mi 7 Android Samsung LG Xiaomi OnePlus 6 OnePlus 5T Cnet
A marca de Lei Jun está ciente da competitividade crescente com a marca de Pete Lau @cnet

A nível de especificações técnicas. A nível de traços marcantes. Segundo todos estes rumores oriundos da China, o Xiaomi Mi 7, tal como a linha Xiaomi Redmi 5 e Redmi 5 Plus, terá um ecrã / tela 18:9. Algo que também já vimos no OnePlus 5T. O resultado? Um dispositivo com margens laterais muito diminutas. Em 2018 os bezels vão continuar a encolher.

Android Nougat ou Android Oreo? Certa é a presença da MIUI neste Xiaomi Mi 7

Além disso trará um display consideravelmente maior. Das 5.15 polegadas do Mi 6 saltará para 5.65 polegadas. Sem aumentar significativamente as dimensões físicas do smartphone Android.

E ao passo que o modelo de 2017 não teve direito a uma versão Plus, o Xiaomi Mi 7 deverá providenciar uma. Com um ecrã de 6.01 polegadas, tal como temos no OnePlus 5T e claro, com um display OLED.

A Xiaomi deverá também melhorar o departamento fotográfico, o seu histórico calcanhar de Aquiles - sendo a notória excepção o Mi Note 3. Para o seu próximo topo de gama Android deveremos ter uma câmara dupla. Esta será auxiliada por um motor de inteligência artificial para proporcionar fotos ainda melhores. Teremos também o reconhecimento facial, tal como no OnePlus 5T. E claro, o carregamento sem-fios (algo que não encontramos nos OnePlus).

A sua apresentação, tal como avançamos no início desta peça, deverá ocorrer após o MWC. Tal como várias outras marcas, a Xiaomi terá optado por um evento próprio.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Microsoft Edge chega a Portugal, já disponível para Android e iOS

Xiaomi Mi Mix 2s poderá ser apresentado antes da MWC 2018

Samsung Galaxy S9 pode imitar o iPhone X no preço e nos Animoji

Fonte | Via

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).