Home Android

Android. Gionee pode encerrar devido às dívidas de jogo do CEO

Dívidas de jogo do CEO colocam a Gionee em risco

Gionee Android smartphone
A fabricante chinesa estará a passar por dificuldades. A culpa? Do próprio CEO

A Gionee é uma fabricante chinesa que no passado chegaria a ser bem vista pelos seus terminais Android de baixo custo e boas características. Algo que pode ser dito de muitas fabricantes asiáticas. Todavia, os seus produtos destacavam-se também pelo design e qualidade de construção.

Ainda assim, em 2018 a Gionee não lançou nenhum novo smartphone e começariam a surgir os primeiros sinais de alerta. Mais ainda, a fabricante Android não esteve presente na última edição do Mobile World Congress em Barcelona, a MWC 2018. Aí começou a ser evidente que a marca enfrentava problemas estruturais e/ou financeiros.

Vê ainda: OnePlus 5 e 5T já receberam o Projecto Treble da Google

Agora, tal como avança a publicação Gizmochina, no cerne do problema estará o vício do CEO da empresa nos jogos de casino. Mais ainda, a Gionee já terá dado ordem de dispensa a 50% de todo o seu staff, atualmente com cerca de 8000 funcionários e colaboradores na China.

Já segundo uma agência de comunicação chinesa, a Netease, alguns funcionários já terão expressado as suas preocupações e fornecido mais detalhes sobre o caso. Com efeito, a fabricante Android terá implementado um lay-off de dois meses, sem direito a remuneração para os funcionários.

Gionee, fabricante Android com futuro incerto

Note-se que a prática do lay-off consiste consiste na redução temporária dos períodos normais de trabalho. Ou então na suspensão dos contratos de trabalho efetuada por iniciativa das empresas, durante um determinado tempo. Tem como principais motivos as flutuações de mercado ou períodos de re-estruturação ou renovação de tecnologias, entre outros.

Dívidas de jogo do CEO colocam a Gionee em risco

Gionee S6 Pro fabricante Android
A fabricante Android está a passar um mau bocado.

Cumpre ainda salientar que a vários funcionários foi proposta a opção de lay-off como única alternativa à cessação imediata do contrato de trabalho. Seja como for, em qualquer um dos casos os funcionários estão já há alguns meses sem receber o seu devido ordenado.

Em suma, neste momento a Gionee está com sérias dificuldades em conseguir pagar aos seus funcionários. Mais ainda, não terá capacidade de pagar aos seus fornecedores e distribuidores. Por outras palavras, a liquidez financeira desta fabricante Android está muito comprometida.

Ainda segundo a Gizmochina, no início do ano ano uma instância jurisdicional (tribunal), terá congelado 41.4% das ações da empresa pertencentes ao fundador Liu Rong. A decisão tem uma eficácia de 2 anos e prende-se com dívidas de jogo por saldar (não pagas).

Ainda assim, apesar do futuro incerto desta fabricante Android, a Gionee estará a planear uma expansão para a Índia, o 2º maior mercado mundial.

Assuntos relevantes na 4gnews:

OnePlus 6 deixa antever as mudanças face ao OnePlus 5T

OnePlus 5 e 5T já receberam o Projecto Treble da Google

Xiaomi marca apresentação para o dia 25 de abril, Mi 6X a caminho?

Fonte |via

Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).
Blogs do Ano - Nomeado Inovação e Tecnologia