Amazon Project Zero promete exterminar os produtos falsificados

Vitor Urbano

A Amazon apresentou oficialmente o seu novo projeto, que tem como principal objetivo exterminar por completo a presença de produtos falsos na sua plataforma. O Amazon Project Zero vai colocar todo o poder nas 'mãos' das várias empresas.

As marcas que forem aceites neste projecto, irão conseguir remover listagens de falsificações dos seus produtos de forma imediata. Ou seja, não irão precisar de qualquer autorização ou qualquer tipo de comunicação com a Amazon antes da listagem ser removida.

Amazon Project Zero

Até agora, todo este processo funcionava de forma totalmente diferente. As marcas precisavam fazer uma queixa à Amazon, e apenas depois de realizada uma investigação, a listagem era removida. A empresa de Jeff Bezos acredita que em conjunto com as marcas, conseguirão exterminar por completo as listagens com produtos falsificados.

Amazon implementa projeto ambicioso para terminar de vez com a venda de produtos falsificados

Considerando a magnitude deste projeto, e o grande poder que concede às marcas, nesta fase inicial será acessível a um grupo restrito de marcas. Apenas as que foram selecionadas pela Amazon irão poder, para já, integrar o Amazon Project Zero.

Qualquer marca que seja aceite no projeto, vai precisar de apresentar níveis de precisão extremamente altos para que continue a poder usufruir destes benefícios. Além disso, antes de serem integradas no Project Zero. É realizado um treino intensivo para garantir que as ferramentas são utilizadas de forma correta.

Mas, o Amazon Project Zero não se fica por aqui. Será ainda implementada uma segunda funcionalidade automática, que irá fazer uma monitorização 24/7 das listagens da Amazon. As empresas vão necessitar de enviar para a Amazon informações sobre os seus logótipos e qualquer tipo de patentes que tenham registadas. Para que, este sistema consiga de forma automática remover listagens que infrinjam essas mesmas patentes.

Por fim, ainda que nesta fase inicial seja necessário um convite por parte da Amazon. As marcas interessadas podem registar-se numa lista de espera. Para que, eventualmente possam ser selecionadas para integrar o Amazon Project Zero.

Editores 4gnews recomendam:

Samsung Galaxy S10 chegará com protetor de ecrã de origem

Apple Watch representa metade do mercado global de smartwatches

Alguém diga à MEO e NOS que 500MB de internet não servem para nada!

Fonte | Via

Vitor Urbano
Vitor Urbano
Sempre de mão-dada esteve a tecnologia, o desporto e o mundo gaming. Por isso, se não estiver a escrever sobre o que de novo há no mundo da tecnologia, o mais provável é estar a jogar uma partida de Ultimate Team no FIFA 19.