A Apple está a desenvolver este smartphone, mas podemos nunca vir a conhecê-lo

Mónica Marques
Comentar

A Apple pode estar a trabalhar em smartphones dobráveis, mas os utilizadores podem nunca vir a conhecer um destes modelos vindos de Cupertino.

Tudo porque a marca norte-americana não está confiante nem na tecnologia, nem nos sinais positivos que este segmento tem dado nos últimos tempos.

Tecnologia flexível envolve demasiados compromissos para a Apple

A Apple até pode estar a trabalhar num smartphone dobrável, mas os fãs da empresa da maçã não devem depositar muitas esperanças num iPhone dobrável. Tudo porque a Apple não está propriamente confiante no mercado ou tecnologia deste segmento.

De acordo com o leaker Dylan, a gigante norte-americana está a trabalhar em vários protótipos de iPhones com ecrã flexível, e até está a testá-los. Mas parece que a empresa de Tim Cook considera que a tecnologia dos smartphones dobráveis envolve demasiados "compromissos" que a marca não está disposta a aceitar.

Apple está reticente quanto ao sucesso dos smartphones dobráveis

E esse não é o único problema. Segundo a mesma fonte de informação, a Apple tem também muitas dúvidas no que respeita ao mercado de smartphones dobráveis. Ao que tudo indica, a empresa receia que este segmento não encontre uma posição fixa rentável no mercado ou que se torne obsoleto.

Na realidade, a Apple não sabe se os smartphones dobráveis são uma tendência que veio para ficar ou uma moda passageira. E, por essa razão, a sua estratégia será observar o mercado e evitar cometer alguns erros, esclarece o leaker.

Patente mostra que dobrável da Apple pode funcionar como um notebook

Há já algum tempo que correm rumores de que a Apple estará a desenvolver um smartphone dobrável e entretanto, um registo de patente atérevelou os planos ambiciosos da empresa para este modelo.

Pelo que vimos na documentação, a empresa quer que este smartphone funcione também como um notebook. Segundo as imagens, quando aberto o dispositivo oferece um ecrã gigante aos utilizadores, no qual podem visualizar qualquer conteúdo. Já na posição de notebook e com um teclado virtual, pode funcionar como este equipamento.

Mas a ambição vai mais longe. A patente esclarece que, quando o smartphone dobrável está em modo de operação conjunta, as imagens espalham-se por vários ecrãs e colunas de outros equipamentos, além de poder funcionar também com câmaras. Aqui a ideia é que os dispositivos trabalhem em conjunto e partilhem recursos.

Boas perspetivas para um equipamento que pode nunca vir a ver a luz do dia... infelizmente.

Editores 4gnews recomendam:

  • Xiaomi pode ter a caminho uma inovação para os seus próximos smartphones
  • iPhone SE 2022 pode manter o maior defeito do antecessor
  • iPhone 14 Pro: ecrã vai esconder uma surpresa
Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira.