YouTuber acusa falhas graves nas baterias dos smartphones Samsung

Rui Bacelar
Comentar

O calcanhar de Aquiles da Samsung volta a ser explorado por um produto de conteúdos para o YouTube, Arun Maini, figura proeminente na plataforma de vídeos da Google. Com efeito, o youtuber refere que pelo menos meia dúzia dos seus smartphones Samsung Galaxy apresentam já falhas catastróficas na integridade da bateria.

Aproveitando para dar a conhecer parte da sua coleção de smartphones Android e iOS, o criador de conteúdos supracitado foca a sua atenção nos telemóveis da gigante sul-coreana.

O responsável pelo canal de YouTube refere que até o Galaxy Z Fold2, smartpone lançado em 2020, já apresenta esta falha na bateria.

O cenário não é de todo positivo, uma vez que a concentração de falhas na bateria dos dispositivos móveis é, alegadamente, maior nos smartphones Samsung Galaxy.

Youtuber responsável pelo canal Mrwhosetheboss enxovalha agora a Samsung

Tal como avança a publicação Engadget, estas alegações vêm colocar nova pressão na Samsung, sobretudo num dos pontos em que esta é mais sensível. À memória virá o caso do explosivo Samsung Galaxy Note 7 e de todo o descalabro mediático em torno desse modelo topo de gama em 2016.

A ser verdade, as alegações do Youtuber trazem nova luz sobre um dos piores problemas que pode afetar um qualquer smartphone Android ou iOS.

Através do seu vídeo podemos observar vários modelos de smartphones Samsung em que a tampa traseira está a descolar, empurrada pela bateria perigosamente inchada.

Smartphones Samsung topo de gama entre os principais afetados no vídeo de YouTube

It looks like there's a problem with Samsung Phones:https://t.co/MhZRZCVq7m pic.twitter.com/WatF7Wgt7P

— Arun Maini (@Mrwhosetheboss) 27 de setembro de 2022

Os modelos mais afetados contam com o Samsung Galaxy Note 8 de 2017, o Samsung Galaxy S6 de 2015, bem como o recente Galaxy S10 apresentado em 2019. Importa ainda frisar que todos os smartphones do youtuber estavam armazenados numa estante criada para o efeito, mantida sob temperatura constante.

Também de acordo com o youtuber Arun Maini a Samsung terá recolhido três das unidades afetadas em agosto último, lançando uma investigação aos mesmos. Porém, desde esse mês de verão que o criador de conteúdos não recebeu mais informações da marca.

Note-se ainda que não é de todo incomum vermos alguns smartphones mais antigos a apresentar este tipo de falhas catastróficas.

A bateria tende a inchar devido ao gás produzido no seu interior quando estas não estão em uso, sobretudo se ficarem parados durante longos períodos.

Falha catastrófica limitada aos smartphones Samsung, aponta Arun Maini

Got a very important video coming out shortly today This may cause a stir 👀

— Arun Maini (@Mrwhosetheboss) 27 de setembro de 2022

Portanto, este tipo de falhas não surpreende em dispositivos mais antigos como o Galaxy S6, nem no Galaxy Note 8, já equipamentos vintage para o padrão de 2022. De qualquer forma, o youtuber refere que só os smartphones Samsung da sua coleção é que estão a ser afetados.

Tendo um número igualmente considerável de telemóveis da ASUS, Apple, Google, entre outras fabricantes, nenhum apresentou este tipo de falha na bateria. Só, aponta Arun Maini, os smartphones Samsung.

Por fim, aguardamos agora a reação da Samsung às alegações feitas pelo criador de vídeos para o YouTube.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. Ocupa-se com as novidades de tecnologia na 4gnews. Email: ruifbacelar@4gnews.pt