Xiaomi Watch Color 2 terá 3 funcionalidades muito pedidas pelos fãs

Bruno Coelho
Comentar

Esta segunda-feira a Xiaomi apresenta a sua nova linha de smartphones Civi na China. Mas esse evento não será apenas dedicado a smartphones. Serão também apresentados uns novos auriculares Bluetooth premium, e um smartwatch, o Xiaomi Watch Color 2.

Esta é a segunda geração de um produto que foi lançado globalmente. Nesse sentido, é de esperar que o lançamento a ocorrer neste dia 27 na China possa ser replicado globalmente dentro de algumas semanas. Até porque o produto promete.

O Xiaomi Mi Watch de primeira geração lançado globalmente era pouco atraente. Mas a Xiaomi parece querer redimir-se com o próximo modelo, colocando duas funcionalidades muito pedidas pelos fãs.

NFC para pagamentos

Após ter lançado a Mi Band 6 NFC globalmente, a Xiaomi parece querer colocar os pagamentos contactless no pulso de ainda mais consumidores. É por isso que o novo Mi Watch Color 2 terá suporte para NFC

Suporte para aplicações

Tal como se pode ver numa das imagens publicadas pela Xiaomi, uma das novidades do novo modelo será o grande rol de aplicações disponíveis. Isto é uma falha apontada a smartwatches mais baratos, e faz renascer a esperança de que a versão global chegue com Wear OS.

xiaomi watch Color 2
Xiaomi Watch Color 2 com suporte para aplicações e NFC

Mais modalidades desportivas

Outro pormenor já divulgado é que o smartwatch terá capacidade para monitorizar até 117 modalidades desportivas. São números expressivos, e que poderão colocar mais desportistas interessados no produto.

Xiaomi Watch Color 2 com suporte para 117 modalidades desportivas
Xiaomi Watch Color 2 com suporte para 117 modalidades desportivas

Pelas primeiras impressões o Mi Watch Color 2 parece ser mais interessante que o seu antecessor. Esta segunda-feira saberemos todos os pormenores.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.