Xiaomi regista o nome 'Poco F2'. Lançamento do novo Pocophone eminente?

Carlos Oliveira
Comentar

Novas notícias dão conta de que a Xiaomi registou junto das entidades competentes o nome Poco F2. Este registo terá sido submetido em dezembro passado, mas só agora é que a informação é tornada pública.

A submissão dos nomes dos smartphones é um indicador de que as empresas se preparam para lançar um produto com essa designação. Deste modo, a empresa garante que nenhuma concorrente se possa apoderar da nomenclatura.

Pocophone

Assim sendo, renasce a esperança para a apresentação do Pocophone F2. Um smartphone muito esperado ao longo de 2019, mas que acabou por nunca se concretizar.

Pocophone F2 pode ser apresentado no início de 2020

Há algumas semanas, um executivo da marca Poco afirmou, no Twitter, que a empresa teria novidades para desvendar no início de 2020. Imediatamente todos os fãs viram este anúncio como uma indicação para a apresentação do tão esperado smartphone.

Agora, com a aparição deste registo, essa esperança ganha ainda mais força. Infelizmente, as informações constantes deste registo não nos deixam nenhuma pista para o lançamento deste modelo.

Pocophone perdeu lugar no mercado com a aparição da Redmi

Desde que a Redmi se tornou uma marca independente da Xiaomi, esta começou a roubar espaço de influência à Poco. Sobretudo a partir do momento em que apresentou o seu primeiro topo de gama.

O Redmi K20 Pro prima pela sua qualidade de construção e preço apelativo. Este modelo conseguiu superar até o Pocophone F1 na qualidade dos materiais, visto que o último é construído em plástico.

Os responsáveis pela Poco recusaram-se sempre a admitir que a marca tinha morrido, deixando em aberto o lançamento de um novo modelo. Veremos se, em 2020, o Pocophone F2 se torna real e se terá argumentos para, pelo menos, igualar o sucesso do modelo original.

Podes ver todas as informações que já foram reveladas sobre o Pocophone F2 no nosso artigo com a possível data de lançamento, preço em Portgugal e especificações.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.