Xiaomi Redmi Y1 e Redmi Y1 Lite: mais de 150.000 unidades vendidas

Carlos Oliveira
Xiaomi Redmi Y1 e Redmi Y1 Lite
Os novos Xiaomi Redmi Y1 e Redmi Y1 Lite

A Xiaomi apresentou recentemente os novos Xiaomi Redmi Y1 e Redmi Y1 Lite. Estes novos smartphones não são os mais potentes alguma vez apresentados pela marca chinesa, mas certamente que serão uma boa alternativa para os amantes da selfies.

Vê ainda: HTC continua a sangrar bastante com a produção de smartphones Android

Este novo par é destinado ao mercado dos gama de entrada, oferecendo especificações modestas por um preço bem apetecível. Mas o claro destaque dos mesmos vai para as suas câmaras frontais de 16MP, com flash LED dedicado e uma abertura focal de f/2.0.

No caso do Xiaomi Redmi Y1, as suas especificações contam com um processador Snapdragon 435, 3GB/4GB de RAM e ainda 32GB/64GB de memória interna. Já no modelo Lite encontrarás um Snapdragon 425, 2GB de RAM e 16GB de memória interna.

Já no que toca aos seus preços de venda, temos o Redmi Y1 a ser vendido por 140€ ou 170€, consoante os esquemas de memória escolhidos. Já quanto à sua versão Lite, o mesmo pode ser adquirido por 110€.

Primeira flash sale dos Xiaomi Redmi Y1 e Redmi Y1 Lite foi um sucesso

Estes smartphones foram apresentados com principal foco no mercado Indiano, um dos maiores mercados do mundo. Por isso mesmo, a primeira flash sale dos Xiaomi Redmi Y1 e Redmi Y1 Lite decorreu nesse país, tendo sido um sucesso.

Segundo Manu Kumar Jain, diretor geral da Xiaomi Índia, foram necessários apenas três minutos para que fossem vendidos mais de 150.000 unidades destes equipamentos. Um número bem considerável, principalmente se tivermos em conta o tempo decorrido.

Este número é só mais uma prova da excelente prestação que a Xiaomi tem tido em termos de vendas de smartphones. Só nos passados meses de setembro e outubro, a marca registou mais de 10 milhões de exemplares vendidos em cada um deles.

De referir ainda que este empresa chinesa encontra-se em claro processo de expansão, ao contar já com três lojas oficiais em território europeu. Espanha, Grécia e Holanda foram os países escolhidos pela marca para dar início a esta expansão e aguardamos com expectativa pelo dia em que a Xiaomi se venha a estabelecer também em Portugal.

Outros assuntos relevantes:

O Huawei Mate 10 Lite é um bom smartphone, mas valerá os 400€?

OnePlus – Descarrega aqui o APK com a nova câmara para o teu Android

Inventor do BitTorrent anuncia Chia, concorrente da Bitcoin amigo do ambiente

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.