Xiaomi Redmi Note 11T e Note 11T Pro podem ser lançado globalmente como POCO

Mónica Marques
Comentar

A Xiaomi já confirmou oficialmente que durante este mês vai lançar os novos smartphones Redmi Note 11T e Note 11T Pro no mercado chinês.

Mas agora os dois terminais foram detetados num site de certificação internacional que sugere que os novos terminais vão chegar ao mercado global sob a marca POCO.

Novos modelos Redmi Note 11T podem ser renomeados como POCO

Redmi Note 11T Pro
Cartaz a confirmar o lançamento do Redmi Note 11T e Nte 11T Pro

Recentemente, a Xiaomi confirmou oficialmente que o Redmi Note 11T e Note 11T Pro têm lançamento previsto para o mercado chinês durante este mês de maio. Até agora não se sabia se ambos os terminais chegariam ao mercado global, mas parece que vão mesmo chegar, mas com uma pequena diferença.

Os dois terminais foram detetados no site de certificação da Comissão Federal de Comunicações dos Estados Unidos da América com os números de modelo 22041216G e 22041216UG, o que indica a sua disponibilização global.

Mas a mesma listagem sugere que ambos os smartphones podem "aterrar" no mercado global sob a marca POCO. É comum que os fabricantes que detêm várias marcas renomeiem os modelos e os lancem em mercados diferentes sob chancelas diferentes. Além de que não será a primeira vez que a Xiaomi "troca as voltas" e lança modelos POCO que existem já nas suas outras marcas.

Através do site FCC ficamos também a saber que os dois novos modelos vão contar com 8 GB de memória RAM e que serão disponibilizados em duas variantes de armazenamento interno: uma com 128 GB e outra com 256 GB de capacidade.

O que já sabemos sobre o Redmi Note 11T e Note 11T Pro

Entretanto, vários rumores revelaram já algumas das especificações com que a nova gama Note 11T pode chegar ao mercado. Assim espera-se que o Note 11T chegue equipado com o processador MediaTek Dimensity 1300 emparelhado com 6 ou 8 GB de memória RAM e até 256 GB de armazenamento.

Vai também integrar um ecrã de 6,6 polegadas com resolução Full HD+ e uma taxa de atualização de até 144 Hz. De resto, vai contar com uma bateria de 4.300 mAh com suporte para carregamento rápido de 6 watts.

Já o Redmi Note 11T Pro terá algumas especificações mais avançadas, mas comecemos pelos pontos em comum. Também o modelo Pro vai integrar o ecrã de 6,6 polegadas Full HD+ com taxa de atualização de até 144 Hz.

Na bateria este terminal já será diferente com uma célula de 4.890 mAh que vai fornecer suporte para carregamento rápido de 120 watts. Aos comandos terá o processador MediaTek Dimensity 8000 emparelhado com 8 GB de memória RAM e 128 ou 512 GB de capacidade no armazenamento interno.

Estas são as especificações esperadas para os modelos que vão ser lançados no mercado chinês, mas não se esperam muitas alterações, à exceção da designação comercial, para os terminais disponibilizados a nível global.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira.