Xiaomi Redmi Note 11: gama de telemóveis baratos bate recorde de vendas!

Rui Bacelar
Comentar

A nova gama de smartphones baratos da Xiaomi, os Xiaomi Redmi Note 11 foram apresentados a 28 de outubro, na China. Com efeito, a nova linha de produtos é constituída pelos telemóveis Redmi Note 11, Note 11 Pro, bem como o Redmi Note 11 Pro+.

São três modelos para renovar o segmento de gama média da Redmi, fortalecendo também a posição da Xiaomi no seu mercado natal e, posteriormente, nos palcos globais. Entretanto, a nova gama já quebrou novos recordes de venda no mercado da China.

Mais de 500 mil unidades dos Redmi Note 11 vendidos em apenas 1 hora

Xiaomi Redmi Note 11
Cartaz divulgado pela marca comemorando as vendas dos Xiaomi Redmi Note 11.

A efeméride foi celebrada pela fabricante chinesa através dos vários canais institucionais e redes sociais como, por exemplo, a rede Weibo. Aí os responsáveis pela Redmi fariam saber que a série Note 11 foi vendida pela primeira vez este fim de semana, fazendo chegar 500 mil unidades aos consumidores no espaço de uma hora.

Os responsáveis agradecem "a confiança sem reservas" e pela preferência pelos novos smartphones da gama Redmi Note 11. Não sendo a primeira vez que recordes similares foram alcançados pela marca, a Redmi mostra-se mesmo assim surpreendida pela grande recetividade do público a esta nova gama de produtos.

Em síntese, não só esgotaram os primeiros lotes destes smartphones Android, como também surpreenderiam a própria fabricante chinesa. Ademais, no espaço de uma hora - 52 minutos e 11 segundos mais concretamente - a fabricante amealharia 4 mil milhões de Yuan, cerca de 540 milhões de euros à atual taxa de câmbio.

São três os novos smartphones Xiaomi Redmi Note 11

Xiaomi Redmi Note 11
Os novos smartphones da gama Xiaomi Redmi Note 11

As especificações do Redmi Note 11 incluem um ecrã LCD de 6,6 polegadas com resolução Full-HD+ (2400 × 1080+) e taxa de atualização a 90 Hz. Por outro lado, o modelo Pro tem um ecrã de 6,67 polegadas, Samsung AMOLED, com taxa de atualização a 120 Hz e a mesma resolução Full-HD+.

Tanto o Xiaomi Redmi Note 11 Pro como o Redmi Note 11 Pro+ utilizam o processador Dimensity 920 5G da MediaTek, fabricado pela TSMC a 6 nm. Por outro lado, o modelo base, o Xiaomi Redmi Note 11 usa o processador Dimensity 810 5G da MediaTek.

Xiaomi Redmi Note 11
A gama Redmi Note 11 foi otimizada também para os jogos.

Todos os três modelos de smartphones Android integram o sistema de refrigeração líquida VC para maior dissipação do calor gerado durante sessões de jogo. Mais ainda, o Redmi Note 11 conta com uma câmara principal de 50 MP e ultra-grande angular de 8 MP.

Já os modelos Redmi Note 11 Pro e Redmi Note 11 Pro+ integram câmaras de 108 MP, 8 MP (ultra-grande angular) e de 2 MP para o sensor macro. Todos os três modelos têm uma câmara frontal de 16 MP para as videochamadas.

Por fim, temos também a interface MIUI 12.5 já instalada, bem como uma bateria de 5 000 mAh a 33 W no modelo base. Já o modelo Pro tem uma bateria de 5 160 mAh a 67 W e, por fim, o Redmi Note 11 Pro+ integra uma bateria de 4 500 mAh a 120 W.

Atualmente os novos smartphones Xiaomi Redmi Note 11 estão circunscritos ao mercado chinês. Todavia, contamos com uma eventual distribuição na Europa e demais mercados globais a ocorrer nos próximos meses.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.