Xiaomi Redmi Note 11: 5 segredos oficiais do novo smartphone

Bruno Coelho
Comentar

Quando falamos de smartphones, a linha Redmi Note é a de maior sucesso no espólio da Xiaomi. Esta semana a fabricante chinesa confirmou a data de lançamento dos Redmi Note 11 para 28 de outubro, e começou a revelar detalhes sobre os equipamentos.

1. Elegância pintada de verde

O primeiro detalhe a saltar à vista desde a primeira imagem partilhada pela imagem é a cor verde do equipamento. Esta parece ser bastante apelativa, e dá bastante destaque a este design de margens retas, à semelhança dos iPhone mais recentes.

redmi note 11
Elegância pintada de verde

2. Apenas 8,34 mm de espessura

Estes são smartphones habitualmente focados em ser mais funcionais que bonitos. Mas o destaque imediato dado pela Xiaomi aos seus 8,34 mm de espessura, mostra que a estética terá grande preponderância nestes novos modelos.

xiaomi
Apenas 8,34 mm de espessura

3. Vidro antirreflexo na traseira

Numa das imagens partilhadas pela Xiaomi, a fabricante revela que o equipamento terá uma cobertura traseira de vidro antirreflexo (AG Glass). Este promete não só ser mais resistente a riscos, como deixa as impressões digitais de lado.

xiaomi
Vidro antirreflexo na traseira

4. Quatro câmaras traseiras

Nas várias imagens partilhadas pela Xiaomi são evidentes as quatro câmaras na traseira do Redmi Note 11. A configuração ainda não é conhecida, mas espera-se que alcancem o legado deixado pelo Redmi Note 10 Pro.

xiaomi
Quatro câmaras traseiras

5. Altifalantes estéreo JBL

Um pormenor importante imposto pela Xiaomi a partir da gama-média são os altifalantes estéreo. Essa estratégia é para manter nos Redmi Note 11, com estes a ser otimizados pela JBL.

xiaomi
Altifalantes estéreo JBL

Durante os próximos dias espera-se a revelação de mais novidades por parte da Xiaomi.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.