Xiaomi vai ter funcionalidade na MIUI para te proteger contra roubos

Bruno Coelho
Comentar

As fabricantes Android tardam em ter nos seus equipamentos ferramentas que permitam protegê-los no caso de estes serem roubados ou perdidos. Nesse aspeto, com a funcionalidade ‘Encontrar’, a Apple continua a ser a referência.

Numa descoberta da MIUIes, sabe-se agora que a Xiaomi se prepara para implementar uma funcionalidade nos seus smartphones para os proteger contra roubos. Tudo vai mudar quando o cartão do teu equipamento for retirado.

Retirar o cartão SIM do teu Xiaomi pode colocar o smartphone em modo 'perdido'

Até agora, se o cartão SIM do teu equipamento Android for retirado pode ser o fim da linha no que diz respeito a recuperá-lo. Mas com esta funcionalidade, quem retirar o cartão terá de mostrar que sabe o código de desbloqueio.

Mais segurança a caminho do teu Xiaomi perdido ou roubado. Crédito: MIUIes
Mais segurança a caminho do teu Xiaomi perdido ou roubado. Crédito: MIUIes

Como podes ver na imagem partilhada, se o teu smartphone estiver bloqueado e lhe for retirado o cartão SIM, começará a vibrar durante 30 segundos. A partir daí terá de ser confirmado o código nesse tempo, ou o modo “perdido” será ativado.

Dessa forma, será teoricamente impossível aceder aos dados ou utilizar o equipamento. E isto é válido, mesmo que seja feita uma tentativa de reposição de fábrica, que não dará resultados.

Segundo o que revela esta fonte, a funcionalidade foi encontrada na versão 21.10.14 da versão Beta da ROM chinesa da MIUI. Pelo que o mais certo será só chegar a todos os utilizadores na MIUI 13 em 2022.

O que fica por esclarecer é se continuará a ser possível ao dono do smartphone encontrar o equipamento desta forma. Embora em caso de roubo este possa ficar inutilizável para o ladrão, encontrá-lo será sempre o mais importante.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.