Xiaomi quer produzir 300 mil carros elétricos por ano, só na 1.ª fábrica

Rui Bacelar
Comentar

300 mil carros elétricos por ano a sair da primeira fábrica da Xiaomi. Este é o objetivo traçado pela tecnológica liderada por Lei Jun que almeja uma entrada espetacular no mercado dos veículos elétricos após ter anunciado as suas intenções em março último.

Segundo avança a agência Reuters, a agência de desenvolvimento económico, a Beijing E-Town confirmou que a Xiaomi construirá a sua primeira fábrica na cidade de Pequim, com capacidade para produzir até 300 mil veículos elétricos por ano.

Primeira fábrica de carros elétricos Xiaomi estará operacional até 2024

Ainda de acordo com a mesma fonte, esta primeira fábrica de carros elétricos Xiaomi estará operacional em 2024, construída até lá ao longo de duas fases. Para a fabricante chinesa, famosa pelos seus telemóveis Android, este é um ponto crucial da sua história.

Não só de smartphones, gadgets e ecossistema IoT será composta a fabricante chinesa, mas também de carros elétricos. Com efeito, caso tudo corra conforme previsto, os primeiros veículos Xiaomi pisarão o alcatrão das estradas chinesas em 2024.

Em simultâneo, a Xiaomi também iniciará a construção de uma nova sede dedicada aos veículos elétricos. Além disso, a Xiaomi também pretende constituir novos centros de pesquisa, desenvolvimento e teste para carros elétricos.

Sem esquecer ainda as lojas de retalho e cadeia de distribuição comercial que, também até 2024, deverá ser ultimada.

Data de início das obras não foi divulgado pela Xiaomi

Sabemos que o complexo de produção se situará em Pequim, bem como a nova sede da divisão automóvel e respetivo centro de pesquisa a investigação. Não há, contudo, data divulgada para o início das obras de construção da fábrica e demais estruturas.

As novidades aqui citadas foram divulgadas primeiramente pela agência de desenvolvimento económico Beijing E-Town através da plataforma chinesa WeChat.

Recordamos, contudo, o objetivo já expresso pela Xiaomi em comercializar 900 mil veículos elétricos nos primeiros três anos de produção, a partir de 2024. Assim sendo, a nova fábrica irá ao encontro da meta traçada em março último pelo CEO, Lei Jun.

Numa última nota, recordamos o compromisso de Lei Jun com o novo setor dos veículos elétricos, bem como o investimento de até 10 mil milhões de dólares ao longo dos próximos 10 anos.

Em 2024 podemos, assim, conhecer os primeiros frutos desta grande ambição da Xiaomi no setor da mobilidade elétrica.

Editores 4gnews recomendam:

  • Oficial: Xiaomi 12 será o primeiro smartphone do mundo com esta característica
  • MEO é a operadora de telecomunicações com menos reclamações em Portugal
  • AnTuTu elege os smartphones mais poderosos de novembro. Eis o Top 10
Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. Ocupa-se com as novidades de tecnologia na 4gnews. Email: ruifbacelar@gmail.com