Xiaomi prepara novo smartphone incrível. Vê estas imagens!

Rui Bacelar
Comentar

A Xiaomi quer voltar a surpreender o mundo com um smartphone nunca antes visto. Em causa está uma nova patente registada pela fabricante chinesa que nos mostra um modelo peculiar cujo ecrã pode aumentar ou diminuir consoante a necessidade.

Mais concretamente, a patente descreve um smartphone com ecrã extensível, ou rolável. Isto permitirá aumentar a tela com recurso a um mecanismo de extensão, surpreendendo sobretudo por se aplicar a ambos os lados do smartphone em questão.

O funcionamento do smartphone extensível da Xiaomi

Xiaomi
Esquemática presente na patente submetida pela Xiaomi junto do USPTO

As imagens foram descobertas na entidade norte-americana USPTO, mostrando um conceito diferente a ser explorado pela Xiaomi com o intuito de produzir um smartphone extensível. O vetor de inovação é a possibilidade de aumentar ambos os lados do ecrã.

Esta implementação elimina a necessidade de utilização de um ecrã dobrável. Assim, em vez de teremos um eixo de dobra, seja vertical ou horizontal, ambas as arestas laterais podem distender-se, fazendo aumentar o ecrã para ambos os lados.

De igual modo, seria possível aumentar e diminuir gradualmente o ecrã, sem que o utilizador tivesse que o dobrar, abrir ou fechar. Aliás, seria assim possível ter um smartphone de tamanho convencional, ainda que mais espesso, podendo este produto desdobrar-se em funções que tradicionalmente também associamos a tablets.

A patente confirma o interesse da Xiaomi pelos smartphones dobráveis

Xiaomi smartphone
Esquemática presente na patente submetida pela Xiaomi junto do USPTO

Importa frisar que esta patente foi descoberta pela publicação PhoneArena, apontando o interesse da Xiaomi neste novo formato de smartphones dobráveis. De acordo com esta fonte, a fabricante quer resolver um dos maiores problemas dos dobráveis atuais, a vinca que inevitavelmente se forma no ecrã.

Desse modo, ao optar por um ecrã extensível, manter-se-ia a integridade do painel e, acima de tudo, não seriam visíveis os eixos de dobra. Isto é, a vinca vertical ou horizontal como vemos, por exemplo, nos Samsung Galaxy Z Fold (vertical) e Galaxy Z Flip (horizontal).

Mais ainda, este formato de ecrã extensível permitiria ao painel assumir diferentes formato ou aspetos de apresentação de conteúdo. Por exemplo, com o ecrã fechado pode assumir o padrão 16:9, ou mudar o aspeto para o formato mais conveniente consoante o conteúdo a ser apresentado.

Este pode ser o aspeto do próximo smartphone Xiaomi

Xiaomi smartphone
Esquemática presente na patente submetida pela Xiaomi junto do USPTO

Tal implementação tornaria o smartphone num produto ainda mais versátil, capaz de adaptar fisicamente o ecrã ao tipo de conteúdo a ser mostrado. Tanto poderia assumir um formato quadrado, como o convencional retângulo a que já nos habituamos.

Em síntese, seja para ver filmes no formato convencional de 16:9, ou até o 21:9, ou para desenhar e ler documentos com o ecrã aumentado, tal conceção permitiria uma maior flexibilidade e adaptação.

Xiaomi smartphone
Esquemática presente na patente submetida pela Xiaomi junto do USPTO

Face ao exposto, este conceito mostra-nos algo similar ao Xiaomi Mi MIX Alpha, o smartphone com ecrã 360º. Esta implementação, contudo, seria mais prática ao adaptar o tamanho do ecrã às necessidades do utilizador.

Por fim, vemos também algumas rivais a explorar conceitos similares. Cumpre aqui destacar a OPPO e o seu OPPO X 2021, mas há mais produtos nesta categoria. Veja-se, por exemplo, o LG Rollable que, infelizmente, nunca chegaria ao mercado.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.