Xiaomi POCO C40 é oficial: o primeiro da Xiaomi com este pormenor

Bruno Coelho
Comentar

O POCO C40 é o mais recente smartphone de gama de entrada da marca independente da Xiaomi. Com lançamento global anunciado para 16 de junho, foi esta segunda-feira apresentado apenas no Vietname.

Desta forma, o smartphone passa a ser totalmente oficial, e já sabemos o que esperar das suas características. A julgar por tudo o que foi revelado, confirmam-se as fugas de informação de que terá um processador inesperado.

xiaomi

POCO C40 é o primeiro Xiaomi com processador da JLQ

O POCO C40 será comandado pelo processador JLQ JR10, não usando assim processador da Qualcomm ou MediaTek. Entre as marcas mais conhecidas, é o primeiro equipamento a usar este chip.

Podes contar com um ecrã IPS LCD de 6,71 polegadas, o maior da marca até à data. Este terá uma resolução modesta de 1560 por 720 pixeis (HD+). A juntar a isso terá uma taxa de atualização de 60 Hz e pico de brilho de 400 nits.

No topo central do ecrã encontramos uma notch em forma de gota, que aloja a câmara frontal de 5 MP. Na parte de trás vais encontrar uma câmara principal de 13 MP, acompanhada pelo já clássico sensor de profundidade de 2 MP.

xiaomi

POCO C40 conta com bateria de 6000 mAh

Outro dos destaques do novo POCO C40 é a sua extensa bateria de 6000 mAh. Esta é complementada com carregamento de 18 W, embora o carregador incluído na caixa seja de apenas 18 W.

Nas restantes especificações, o terminal conta com entrada USB-C, microSD, jack 3.5mm e Dual SIM. Podes contar com Wi-Fi AC, 4G, sensor de impressões digitais e Android 11 de fábrica. Está disponível em preto, verde e amarelo.

No Vietname foi apresentado numa única versão de 4 GB de RAM e 64 GB de armazenamento interno. No país será vendido por um valor equivalente a 140 €, mas é de esperar que chegue aos mercados globais por um preço ligeiramente superior.

Dia 16 de junho saberemos todos os pormenores sobre preço e disponibilidade na Europa.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.