Xiaomi Mi MIX Alpha 2: será este o verdadeiro aspeto do ousado smartphone?

Rui Bacelar
Comentar

Há um novo e cativante smartphone Xiaomi potencialmente no horizonte, sendo já apelidado de Xiaomi Mi MIX Alpha 2. Em causa está a submissão e pedido de registo de uma nova patente cuja descrição gráfica nos mostra um telefone deveras irreverente.

Mais concretamente, como podem observar nas imagens apresentadas em seguida, o dispositivo mostra-se em dois modelos com ecrã envolvente, revestindo os seus quatro cantos. Resta apurar, contudo, a exequibilidade de fabricação de um tal dispositivo móvel.

Poderá este ser o primeiro olhar ao Mi MIX Alpha 2?

Xiaomi Mi MIX Alpha 2
Representação digital do possível smartphone Xiaomi Mi MIX Alpha 2. Crédito: LetsGoDigital

As margens arredondadas e ecrã que se estende para além das mesmas continua a ser um dos traços mais belos em qualquer smartphone Android. Até ao momento a gigante de Cupertino não nos brindou com tal implementação, mas não fujamos do escopo deste artigo. Voltemos as atenções para a fabricante liderada por Lei Jun, uma força em ascenção.

Temos agora várias representações digitais ou renders efetuados pela publicação holandesa LetsGoDigital que já nos habituou a este tipo de trabalho. A sua equipa tem por hábito vasculhar os pedidos de patentes submetidos pelas fabricantes como a Xiaomi, Samsung, Apple e várias outras, ilustrando posteriormente a representação gráfica que acompanha os pedidos de patente.

Tal é o caso com o suposto Xiaomi Mi MIX Alpha 2, a segunda iteração do smartphone apresentado em setembro de 2019 pela Xiaomi. O dispositivo em questão - Mi MIX Alpha - não chegou às mãos dos consumidores, servindo como prova e conceito.

O Mi MIX Alpha foi apresentado em 2019 e nunca chegou ao mercado

Xiaomi Mi MIX Alpha 2
Representação digital do possível smartphone Xiaomi Mi MIX Alpha 2. Crédito: LetsGoDigital

O material que ilustra este artigo foi criado tendo por base as representações esquemáticas submetidas pela Xiaomi junto da China National Intellectual Property Administration. Nele, vemos um smartphone ousado e cuja produção se afigura desafiante.

Apelidado de Mi MIX Alpha 2, o terminal pode vir a ser produzido pela Xiaomi assim que forem ultrapassadas as condicionantes técnicas para tal. Até lá, esta ideia, tal como foi representada e patenteada, pertence apenas à fabricante chinesa.

Vemos aqui um ecrã que avança todas as bordas, ignorando as margens para se dobrar e abraçar a traseira do smartphone. Algo que faz tanto nas margens laterais como na margem superior e inferior. O resultado? Um design pleno para o painel frontal.

Um produto com estas configurações daria ao utilizador uma sensação de envolvência extrema. Por outro lado, afigura-se tão mais delicado que os normais telefones em 2021. Como certamente compreenderão, uma simples queda facilmente arruinaria o ecrã.

Ignorando as margens e botões, o ecrã abraça delicadamente a traseira

Xiaomi Mi MIX Alpha 2
Representação digital do possível smartphone Xiaomi Mi MIX Alpha 2. Crédito: LetsGoDigital

Outra das notórias ausências são os botões físicos para controlo do telefone. Sem o botão On/Off ou o seletor de volume, nem mesmo um recorte visível para a porta USB-C para carregamento e transferência de dados. Será uma visão de futuro?

Dispositivos móveis como este têm sido estudados por várias fabricantes, com algumas a produzirem equipamentos muito similares a este aqui representado, ainda que meramente para provar que o conseguem fazer. Veja-se, por exemplo, o projeto da OPPO.

A Xiaomi mantém assim viva a ambição de produzir um smartphone verdadeiramente futurista. Sem-fios, sem portas, sem botões, apenas ecrã, vidro e a estrutura em metal - bem como um grande módulo dedicado às câmaras fotográficas.

Em síntese, para já é apenas uma patente, uma ideia registada que pode (ou não) vir a ser produzida. Resta saber, contudo, se os consumidores gostariam de utilizar um equipamento com estas configurações no seu quotidiano.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.