Xiaomi Mi 9T devia ter sido o Mi A3 e o Xiaomi Mi A3 o modelo "Lite"

Filipe Alves
Comentar

Vejo muitas pessoas com um pequeno descontentamento com o Xiaomi Mi A3. Certamente porque essas pessoas sabem que a Xiaomi é capaz de fazer melhor, contudo, decidiu jogar pelo seguro.

Visto que o modelo "A" é o único com o sistema Android One da Google, sistema Android mais puro que existe para um smartphone, muitos amantes da marca acreditavam que seria este ano que a fabricante nos dava um smartphone que daria gosto de comprar.

Xiaomi Mi a3 Mi 9T

As maiores "defeitos" do Xiaomi Mi A3

Assim sendo, depois do lançamento do seu Android One para 2019, os Mi Fãs foram dando algumas características que podiam ter sido diferentes no seu modelo com Android One.

  • Ecrã HD+ em vez de FullHD+
  • Notch no ecrã em vez de Pop-up
  • Processador Qualcomm Snapdragon 665 em vez de 730

O Xiaomi Mi 9T era a solução

Xiaomi Mi 9T

Por isso é que o Xiaomi Mi 9T era a solução para estes problemas. O smartphone dá-nos um ecrã FullHD+ com AMOLED e sensor biométrico no ecrã. Temos também uma câmara pop-up com a remoção da notch.

Por fim, temos o processador Qualcomm Snapdragon 730 em vez do 665. Um chip consideravelmente superior ao do Mi A3. Ademais, o preço do equipamento está a 263€ em lojas oriundas da China.

Ainda que chegasse por 300€ a lojas físicas em Portugal seria mais do que bem recebido. E simplesmente resolvia todos os problemas do Mi A3. Por sua vez, o Xiaomi Mi A3 dava um perfeito modelo "Lite" e não havia por onde reclamar.

Xiaomi Mi A3 ou Mi 9T? Qual a melhor opção?

Xiaomi Mi A3

Em suma, se queres um software limpo e atualizações a tempo e horas o Mi A3 é melhor opção. A autonomia do Mi A3 é também superior devido à menor resolução do ecrã e às menores especificações.

Contudo, se queres irreverência e maior qualidade segue para o Xiaomi Mi A3. Aproveita o desconto no smartphone (que te fica por 263€) com o promocode "MI9T64BLUE".

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.