Xiaomi Mi 10 chegará com carregamento rápido de 66W

Carlos Oliveira
1 comentário

O novo Xiaomi Mi 10 é um dos equipamentos mais esperados do início do próximo ano. De entre todas as novidades que deverá trazer, a sua tecnologia de carregamento rápido é uma das mais prometedoras.

De acordo com uma nova certificação da entidade 3C, vemos que os modelos M2001J1E e M2001J1C suportarão carregamento rápido de 66W. Já os modelos M2001J2E e M2001J2C ficarão pelos 33W.

Em ambos os casos, acredita-se que estes modelos sejam pertencentes à família Mi 10. Ou seja, a Xiaomi deverá desvendar mais do que um Xiaomi Mi 10, mas isso não será uma novidade.

Este não é o melhor carregamento rápido que a Xiaomi tem ao dispor

Embora os 66W sejam já uma velocidade considerável para carregar uma bateria, isto não é o melhor que a Xiaomi dispõe. A chinesa já desvendou uma tecnologia de carregamento rápido de 100W.

Segundo os seus dados, esta tecnologia poderá carregar uma bateria de 4000mAh em apenas 17 minutos. Números impressionantes que deverão chegar ao mercado em 2020. No entanto, parece que o Xiaomi Mi 10 não será o portador dessa novidade.

Xiaomi Mi 10 será ainda compatível com 5G

A mesma certificação 3C confirma que o Xiaomi Mi 10 será compatível com redes 5G. Esta confirmação está longe de ser uma surpresa, pois já muitas pistas nos indicavam este cenário.

Desde logo a utilização do processador Qualcomm Snapdragon 865 no smartphone. O novo SoC da norte-americana já foi confirmado para o Mi 10 e é compatível com estas redes graças ao seu modem Snapdragon X55.

Este modem suporta velocidades de até 7Gbps. Isto significa que poderás descarregar uma série em meros segundos, algo que nem em todas as casas é possível fazer.

O Xiaomi Mi 10 será revelado no início de 2020. Ainda que não se saiba qual a data escolhida para tal, a feira MWC, em fevereiro de 2020, poderá ser o palco escolhido.

Editores 4gnews recomendam:

1 comentário
Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.