Xiaomi lança duas novas televisões Redmi Smart TV a preço (mesmo) baixo!

Rui Bacelar
Comentar

A Xiaomi apresenta atualmente um vasto portefólio de televisores inteligentes ou Smart TVs, mas isso não a impede de reforçar o seu catálogo com novos produtos. Com efeito, temos agora duas novas televisões Xiaomi Redmi Smart TV com preço competitivo.

Estamos perante uma renovação do segmento de entrada da Xiaomi neste final de 2021, com os modelos a serem lançados primeiramente na Índia. Em seguida, como tem vindo a ser hábito, contamos com a sua chegada também à Europa.

Chegaram as novas televisões Xiaomi Redmi Smart TV para 2021

Xiaomi Redmi Smart TV
Os novos modelos de Xiaomi Redmi Smart TV têm duas dimensões à escolha.

Os novos televisores Xiaomi Redmi Smart TV têm 32 polegadas, no modelo mais barato, e 43 polegadas no modelo mais avançado desta nova gama. Note-se que os produtos foram lançados ao abrigo da linha Redmi, marca responsável pelos produtos mais competitivos no seio da Xiaomi, ambos com painéis IPS LCD.

São a mais recente adição ao leque de Smart TVs com resolução 4K nos modelos mais avançados. Agora, contudo, as novas televisões têm resolução HD (1366 x 768 pixeis), portanto 720p para o modelo mais barato com 32 polegadas de diagonal. Já a versão de maiores dimensões - com 43 polegadas, tem resolução Full-HD (1920 x 1080), portanto, 1080p.

Recordamos que as televisões Redmi são as mais baratas que a Xiaomi coloca no mercado, portanto, são também as mais simples que podem encontrar. Isto significa que as suas caraterísticas técnicas não são propriamente impressionantes.

Ambos os ecrãs apresentam um tempo de resposta de 9,5 ms, bem como uma taxa de atualização convencional de 60 Hz. Os seus ângulos de visão são de 178 graus.

Os novos modelos de Smart TV Xiaomi têm 32'' e 43'' de diagonal

Xiaomi Redmi Smart TV
A construção dos novos televisores Redmi é simples, mas elegante.

Em ambos os modelos a Xiaomi destaca a presença do algoritmo Vivid Picture Engine desenvolvido pela marca para tirar o máximo partido de cada ecrã. Este "motor" digital é responsável pelo controlo granular da qualidade da imagem, da qualidade e profundidade de cor, bem como pela gestão dinâmica do contraste.

Temos, de igual modo, atalhos diretos para serviços de streaming de filmes e séries como a Netflix, ou o Amazon Prime Video. Em ambos os casos encontrarão botões dedicados no comando remoto incluído nestes televisores, o Mi Remote.

Internamente as televisões Xiaomi Redmi são alimentadas por um processador quad-core da MediaTek. Ainda que o modelo exato não seja especificado, temos a gráfica (GPU) Arm Mali-G31 MP2, bem como 1 GB de memória RAM. Este chip tem arquitetura de 64-bits, composto por quatro núcleos Cortex-A35 da ARM.

Adicionalmente temos 8 GB de memória interna, além do sistema operativo Android 11 e respetivas aplicações Smart TV. Ambos os televisores Xiaomi usam a interface Patchwall 4.0, agora com mais canais suportados e, inclusive, o rating da IMDB.

São Smart TV's baratas e minimamente equipadas para 2021

Redmi Smart TV
Ambos os modelos foram apresentados esta quarta-feira (22) de setembro.

A conetividade está garantida pelo suporte para dual-band WiFi 5, Bluetooth 5.0, bem como 2 portas HDMI com ALLM (Auto Low Latency Mode) e eARC. Tem ainda 2 portas USB 2.0, 1 porta AV, 1 x Antena, 1 x jack de 3,5 mm, bem como a porta Ethernet.

As novas Smart TV Xiaomi Redmi têm o Chromecast integrado, bem como suporte para a Google Play Store. Temos também as aplicações Mi Home app, Quick Wake, Quick Mute, além do menu de definições rápidas, o Quick Settings Menu.

O preço anunciado para a Índia é o seguinte:

  • Redmi Smart TV 32 – ₹15,999 - cerca de $217 - cerca de 185 €
  • Redmi Smart TV 43 – ₹25,999 - cerca de $352,7 - cerca de 300 €

Por fim, contamos com a sua eventual disponibilização e venda em mais mercados como a Europa. No entanto, à data de redação deste artigo não temos informações concretas nesse sentido.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.