Xiaomi com duas novas séries Redmi a caminho que trazem boas surpresas

Mónica Marques
Comentar

A Xiaomi está a trabalhar em duas novas séries de smartphones Redmi: a Note 12 que chega muito em breve e a Redmi K60.

Ambas chegam com recursos que são boas surpresas para os utilizadores, nos quais se incluem carregamento rápido de 120 watts, processadores de última geração e até uma espécie de Dynamic Island.

Redmi K60 com processadores Qualcomm de topo e Dynamic Island

Redmi K50 Ultra
O Redmi K50 Ultra foi lançado em agosto deste ano Crédito@Xiaomi/Weibo

Em agosto, a Xiaomi lançou Redmi K50 Ultra, o último terminal que compunha esta série. E, ao que tudo indica, desde então tem estado a trabalhar na série sucessora K60. Alguns detalhes foram já revelados no mundo Web e a nova família de smartphones promete conquistar com as suas especificações.

A última revelação chega-nos através do leaker Digital Chat Station que avança que a série terá, pelo menos, duas variantes, no que respeita ao carregamento da bateria. Uma com suporte para carregamento rápido com fios de 67 watts e sem fios de 30 watts; e outra com carregamento de 120 watts e carregamento sem fios de 30 watts.

Outros rumores avançam também que a série Redmi K60 pode chegar com uma funcionalidade semelhante à Dynamic Island da Apple. Aparentemente, a Xiaomi não quer ficar para trás e está a desenvolver um recurso semelhante para os seus terminais Android.

Mais notícias sobre esta nova série dão também conta de que vai chegar equipada com processadores de última geração da Qualcomm. A saber com Snapdragon 8+ Gen 1 e Snapdragon 8 Gen 2 que ainda não foi anunciado pela fabricante de chips.

De resto, espera-se ainda que a nova série Redmi K60 tenha um ecrã com resolução 2K e que na sua configuração de câmara traseira integre o sensor Sony IMX766 de 50 megapixéis modificado.

Redmi Note 12 chega em outubro com carregamento rápido de 120 watts

Ao que tudo indica, a nova série Redmi Note 12 vai chegar já durante este mês de outubro. Lu Weibing, presidente da Xiaomi, começou já a promover os novos smartphones na rede social chinesa Weibo.

De acordo com o responsável máximo da empresa, a nova série vai fornecer um “desempenho emblemático acessível”, tal como a linha que a antecedeu. Os novos modelos contam já com certificação 3C e, por isso, sabe-se que vão chegar com suporte para carregamento rápido entre os 67 watts e os 120 watts.

Rumores anteriores revelaram também que a série Redmi Note 12 pode ser alimentada pelo processador Dimensity 1080 da MediaTek que, na plataforma AnTuTu, obteve uma pontuação semelhante à do Snapdragon 778G da Qualcomm.

De resto, espera-se ainda que os modelos cheguem ao mercado chinês com um preço bastante acessível posicionado entre 1.000 e 2.000 yuans, ou seja, entre os 150 e 290 euros. Para já, vão ser apenas disponibilizados na China. O seu lançamento global irá acontecer mais tarde, sendo que podem chegar com uma nova designação comercial sob a chancela POCO.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira. Email:monicamarques@4gnews.pt