Xiaomi 13 VS Xiaomi 13 Pro: os quatro pontos que os separam

Mónica Marques
Comentar

A Xiaomi lançou ontem, 11 de dezembro, a sua nova série flagship que, para já, é constituída pelos modelos Xiaomi 13 e Xiaomi 13 Pro.

São os novos smartphones de topo da marca chinesa que chegam com a mais recente tecnologia integrada. Mas o que os separa? São essencialmente quatro as diferenças que separam os dois modelos.

1. Ecrã: diferente na resolução e na forma

Xiaomi 13
Crédito@Xiaomi/LeiJun/Twitter

Agora que a Xiaomi revelou os seus dois novos modelos de topo é altura de deixar para trás os rumores e avançar com as análises aos equipamentos. A série Xiaomi 13 chega, como esperado, com dois novos terminais, um base e outro Pro, que assinalam essencialmente quatro diferenças entre si.

Começamos pela mais óbvia: o ecrã. O Xiaomi 13 Pro apresenta as especificações mais avançadas neste componente. É maior, tem 6,73 polegadas e oferece uma resolução 2K. Por outro lado, o painel LTPO fornece uma taxa de atualização variável de até 120 Hz e ainda um pico de brilho de 1.900 nits.

É também diferente na forma, o ecrã AMOLED do Xiaomi 13 Pro é curvo, à semelhança do que acontecia na geração anterior.

Por sua vez, o ecrã do Xiaomi 13 apresenta uma moldura reta com um painel de 6,36 polegadas. A resolução é Full HD+ (2400x1080 pixéis), conta com o mesmo pico de brilho de 1.900 nits e tem uma taxa de atualização de 120 Hz.

2. painel traseiro: ambos os modelos chegam com tecnologia Nano Skin

Os dois modelos apresentam também dimensões diferentes. O Xiaomi 13 apresenta-se como um modelo mais compacto com 152,8x71,5x8 mm e 185 gramas de peso.

Já o Xiaomi 13 Pro é mais pesado e tem uma espessura mais robusta. Pesa 210 gramas e tem 162,9x74,6x8,4 mm de dimensões.

Mais diferenças no painel traseiro. Enquanto o modelo base conta com um painel em vidro, o Xiaomi 13 Pro apresenta um painel traseiro em cerâmica.

Destaque-se que ambos foram disponibilizados com uma versão em couro que integra a nova tecnologia Nano Skin da marca. Graças a esta tecnologia, os modelos vão ser mais resistente a acidentes que manchem, literalmente, o painel, visto que depois pode ser facilmente limpo apenas com uma toalha de papel.

3. Carregamento rápido de 120 watts só no Xiaomi 13 Pro

Como seria de esperar, o modelo Pro conta com uma bateria maior, mais especificamente de 4.820 mAh que traz consigo suporte para carregamento rápido de 120 watts. Conta também com carregamento sem fios otimizado de 50 watts e carregamento reverso de 10 watts.

Por sua vez, o Xiaomi 13 fornece igualmente carregamento sem fios de 50 watts e reverso de 10 watts, mas numa bateria inferior de 4.500 mAh. Outra das diferenças cruciais é o suporte para carregamento rápido que neste modelo está limitado aos 67 watts.

4. Configuração de câmara traseira com diferenças substanciais

Ainda que ambos os modelos contem com uma câmara frontal de 32 megapixéis e com a chancela Leica, as semelhanças ficam-se por aqui.

O modelo mais avançado apresenta na sua configuração de câmara traseira o Sony IMX989 com uma polegada de tamanho e 50 megapixéis de resolução como sensor primário. Conta também com um sensor ultrawide e um sensor telefoto cada um deles com 50 megapixéis de resolução, sendo que o telefoto fornece ainda zoom ótico de 3,2x.

A série Xiaomi 13 chegará às prateleiras das lojas chinesas no próximo dia 14 de dezembro com preços a começar nos 545 euros para o modelo base e nos 680 euros para o modelo mais avançado.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira. Email:monicamarques@4gnews.pt