Ao efetuar uma compra através dos links deste artigo, o 4gnews pode ganhar uma comissão. Conheça o nosso processo de seleção de produtos.

Xiaomi 12T review: o novo flagship killer até 600 € em 2022

Rui Bacelar

O smartphone Xiaomi 12T foi anunciado em outubro de 2022 como reforço para o segmento de gama média / alta. Seguindo uma fórmula já familiar, mostra-se capaz de rivalizar com vários flagships ou topos de gama no mercado Android.

O preço do Xiaomi 12T é de 649 € para Portugal, mas é fácil encontrar este smartphone a 599 €, valor mais adequado e competitivo. Sendo o preço o fator-chave, se o encontrem à venda até 600 euros, é uma recomendação fácil.

Flagship killer altamente recomendável até 600 €

Xiaomi 12T

Este produto entrega um desempenho de gama alta, autonomia de bateria excecional e carregamento extremamente rápido, com bom ecrã e câmaras que, não sendo excelentes, são já muito boas.

Gama Xiaomi 12T vem reforçar o segmento de gama média / alta

Pese embora a Xiaomi lance dezenas de novos smartphones por ano, o que em nada abona o valor dos mesmos no mercado de segunda mão, pelo menos o quesito das atualizações de software tem melhorado significativamente.

Com um preço de gama média e vários atributos de gama alta, este Xiaomi 12T foi uma excelente surpresa neste final de 2022. A unidade de teste do Xiaomi 12T foi utilizada durante mais de uma semana como equipamento diário.

Xiaomi 12T

Pontos fortes:

  • Carregamento extra-rápido até 120 W (com carregador na caixa)
  • Autonomia de bateria muito duradoura
  • Ecrã brilhante, com boa definição e fluído
  • Boa construção e design geral
  • Melhor Relação qualidade / preço em 2022

Pontos fracos:

  • Sem carregamento wireless (sem fios)
  • MIUI dividirá opiniões
  • Câmaras fotográficas carecem de otimização

Unboxing e acessórios na caixa do Xiaomi 12T

Xiaomi 12T

Temos tudo. A capa de proteção, transparente, o carregador / adaptador de parede com potência máxima de carga a 120 W e saída USB-A.

Temos ainda o pino de ejeção do tabuleiro para os (dois) cartões Nano-SIM, bem como os guias de iniciação rápida e cabo USB-A / USB-C.

Xiaomi 12T

A caixa segue as linhas habituais da marca para 2022. Sob um fundo branco temos a indicação do modelo, algumas informações relevantes e pouco mais, num rijo cartão que inspira confiança.

Xiaomi 12T

O smartphone propriamente dito encontra-se por baixo do envelope com os guias de iniciação rápida e garantia, estando também aí a capa de proteção em plástico TPU transparente e o pino de ejeção do tabuleiro para os cartões SIM.

Xiaomi 12T

Em seguida, na última camada, temos o adaptador / carregador USB e o cabo USB-A para USB-C, próprio para este padrão de carga rápida. Note-se que este carregador é relativamente grande e mais pesado que a maioria, mas com bons motivos para tal.

Xiaomi 12T

Em suma, temos todos os acessórios essenciais para tirar pleno proveito do novo smartphone Android. O destaque vai para o carregador rápido incluído, bem como para a capa de proteção incluída, algo que começa a rarear nos smartphones.

Dito isto, consideramos que o Xiaomi 12T entrega muito valor ao consumidor, sem se esconder atrás de causas ambientais para nos privar de carregador, capa de proteção e tudo mais quanto possa ser retirado da caixa para maximizar margens de lucro.

Escolhas de design: traços familiares à gama Xiaomi 12

Xiaomi 12T

O design geral do Xiaomi 12T é francamente similar ao dos seus antecessores, a gama Xiaomi 12. Há, porém, a alteração no formato da ilha de câmaras fotográficas na traseira que adota agora um aspeto mais angular, sobretudo para a câmara principal.

Não obstante, o design dos smartphones Xiaomi é cada vez mais coerente. Este quesito é mais subjetivo, porém, gostamos das margens reduzidas, acabamento em vidro particularmente elegante em azul-claro e, regra geral, um look minimalista.

Xiaomi 12T

Temos pormenores como a ilha de câmaras fotográficas destacada por um elemento metálico, bem como todo o revestimento em vidro que tornam o Xiaomi 12T difícil de distinguir de um topo de gama.

Aliás, o modelo mais caro, Xiaomi 12T Pro tem o mesmo design e compreendemos o porquê. É fácil gostar destas linhas minimalistas, ainda que pouco ou nada tragam de novo face aos Xiaomi 12.

Xiaomi 12T

A principal diferença entre ambos os modelos é a indicação dos 108 MP na câmara neste modelo vs 200 MP no Xiaomi 12T Pro. Aliás, a protuberância da câmara não é incomodativa, nem em demasia. É notória, sim, mas não fere a sua estética.

Para além disso, colocando a capa de proteção incluída, esta protuberância fica bastante disfarçada. Ademais, ao pousar o smartphone na mesa ou outra superfície plana, o mesmo não vai balouçar.

Xiaomi 12T

Em suma, o design não traz uma nova abordagem ao Xiaomi 12T, mas tampouco causa estranheza. Foi uma aposta de continuidade.

Qualidade de construção boa, em plástico e vidro, sem certificação IP

Xiaomi 12T

O Xiaomi 12T é um smartphone relativamente grande e um tanto escorregadio. As suas dimensões de 163,1 x 75,9 x 8,6 mm (altura x largura x espessura) são consideráveis, pelo que para maior segurança é recomendável o uso da capa incluída.

Para além disso, com 202 gramas o seu peso também é difícil de ignorar, ainda que comporte uma maior sensação de qualidade. Por outro lado, a sua estrutura é plástica, com acabamento brilhante a simular, muito bem, o metal, mesmo que não o seja.

Xiaomi 12T

O topo e aresta superior incluem um dos dois altifalantes, o microfone secundário e a porta IR (infravermelhos), ótimo para controlar televisores e outros dispositivos à distância. As imagens macro ilustram alguns dos detalhes da sua construção.

Xiaomi 12T

A aresta inferior apresenta outro dos dois altifalantes, em posição cruzada, bem como o orifício para o microfone principal, porta USB do Tipo C, para além do tabuleiro para dois cartões Nano-SIM.

Estrutura em plástico, mas passa bem por metal ao olho menos atento

Xiaomi 12T

A lateral direita do Xiaomi 12T apresenta os botões On / Off (Power), bem como o seletor de volume. Ambos os botões, tal como a estrutura, são construídos em plástico, com o feedback, a sensação de clique a ser de mediana a boa.

Xiaomi 12T

Por outro lado, a aresta esquerda é completamente despida de elementos. Tal facto vem contribuir para a aparência minimalista do telefone, ainda que a colocação de um dos botões nessa lateral pudesse mitigar a pontual confusão entre ambos.

Em suma, para um smartphone com grande ecrã de 6,67 polegadas, o uso de capa é recomendado. O seu revestimento em vidro é louvável, mas torna o telefone mais escorregadio, duas verdades que não podemos ignorar.

Xiaomi 12T

Em suma, o Xiaomi 12T apresenta uma construção dominada pelo vidro fosco que se mostra não só elegante e sofisticada, como também difícil de sujar. Porém, o vidro é algo escorregadio e o telefone relativamente grande.

Para além disso, a sua estrutura é integralmente plástica, mesmo que não o pareça! E, mais ainda, não temos nenhum tipo de certificação IP, o que viria abonar bastante a sua pontuação neste quesito.

Xiaomi 12T

Dito isto, o telefone aparenta ser mais caro do que realmente é. A estrutura, em plástico, é revestida por um acabamento brilhante e parece, mesmo, metal polido. Já o vidro, dá-lhe um toque efetivamente mais premium que nos agradou bastante.

Xiaomi 12T

O modelo em azul-claro que testei é eletrizante, com a luz incidente a dar um fulgor leve e fresco ao telefone sempre que para ele olhamos. Uma nova positiva para este esquema de cor. Azul, sim, mas não só pois tudo depende da incidência da luz.

Ecrã AMOLED Full-HD+ a 120 Hz surpreendentemente bom para 650 €

Xiaomi 12T

O Xiaomi 12T tem um grande ecrã de 6,67 polegadas, tecnologia AMOLED com resolução (além) do padrão Full-HD+. Mais concretamente, e tal como a marca o enfatizou durante a apresentação, a resolução efetiva é de 1220 x 2712 pixeis.

Isto resulta numa densidade de 446 píxeis, para maior definição em todos os conteúdos apresentados. Efetivamente, ao ligar pela primeira vez o smartphone, notamos que algo está mais nítido no ecrã, ou seja, é uma melhoria que não passa despercebida.

Xiaomi 12T

Há, no ecrã, uma centelha de definição superior difícil de transpor em palavras. Na apresentação do produto foi referido que esta resolução vai além do padrão Full-HD+, e efetivamente notamos uma claridade adicional, sobretudo em texto e letras.

Está tudo mais fácil de ler, mais próximo da tonalidade real. O resultado? Uma muito boa experiência de visualização de conteúdos neste ecrã que apenas é interrompido pela câmara fotográfica frontal punch-hole de 20 MP, ao centro do display.

Xiaomi 12T

A câmara frontal também pode mediar o sistema de reconhecimento facial para desbloqueio do smartphone. Porém, para segurança adicional, recomendo o uso do leitor de impressões digitais embutido no ecrã, na parte inferior do mesmo, ao centro.

O seu funcionamento é geralmente rápido e acrescenta, efetivamente, uma camada extra de proteção com os dados biométricos.

Xiaomi 12T

O ecrã do Xiaomi 12T tem alta taxa de atualização da imagem até 120 Hz. Para além disso, tem uma taxa de registo do toque de até 480 Hz. Isto significa que as animações são extremamente fluídas e o telefone processa os toques no ecrã de modo muito rápido.

Em suma, tanto na apresentação de conteúdos, como no registo dos toques, respetivo processamento e ação, passa-se apenas uma fração de segundo. Tudo isto contribui, e muito, para a sensação de velocidade que emana deste smartphone Xiaomi.

Xiaomi 12T

As definições apresentam vários controlos para o ecrã, desde a taxa de atualização até ao perfil geral de cor. Ou seja, temos um bom leque de controlos avançados para quem deles queira tirar partido.

Mais ainda, para uso à noite, o brilho diminuiu para valores muito reduzidos e claro, podemos (e devemos) usar o modo escuro para, inclusive, poupar bateria.

Xiaomi 12T

Para o utilizador comum, contudo, aconselhamos a usar o smartphone tal e qual ele vem na caixa. Aliás, temos até uma película de proteção já aplicada a proteger o painel frontal.

Temos também acesso rápido ao Modo Escuro, seja através das Definições, ou na barra superior de controlo.

Xiaomi 12T
Pormenor da grelha do auscultador, película de proteção já aplicada e câmara frontal.

Em suma, a experiência de visualização e qualidade do ecrã são muito boas. Já tive oportunidade de usar ecrãs ainda melhores, por norma no cardápio da Samsung, a principal fabricante destes componentes, mas devo dizer que não foram muitas as instâncias.

Dito isto, qualquer utilizador ficará muito bem servido com a qualidade do ecrã. Porém, o brilho máximo típico é de 500 nits, e o de pico de 900 nits. É um dos poucos atributos que poderia melhorar, mas objetivamente tal está reservado para os flagships.

Desempenho de gama alta com o Dimensity 8100-Ultra da MediaTek

Xiaomi 12T

O chipset, o SoC, o processador, "motor" ou "coração" deste telemóvel Xiaomi é o Dimensity 8100-Ultra da MediaTek. É, essencialmente, o segundo melhor chipset da fabricante asiática sediada em Taiwan e o seu "músculo" faz-se notar.

Temos também 8 GB de memória RAM e com o auxílio da MIUI, a experiência de navegação é constantemente rápida. O telefone é ágil, em jogos, vídeos, múltiplas apps abertas, captação de imagem e vídeo, seja o que for, ele dará (boa) resposta.

Xiaomi 12T

Temos apenas uma queixa - o armazenamento interno, até 256 GB, não é expansível. Para mais pormenores, podem socorrer-se dos testes de benchmarks, não que em nada mude o facto de este smartphone ter muito bom desempenho e fluidez geral.

A performance é excelente e seja em que tarefa for, este smartphone está muito mais próximo de um topo de gama que dos demais equipamentos de gama média / alta no mercado. Sobretudo em jogos, este equipamento dá muito boa resposta.

MIUI 13 expande muito os horizontes do Android 12 da Google

Xiaomi 12T

O smartphone Xiaomi 12T ainda usa o sistema operativo Android 12 da Google apesar de já termos o Android 13 disponível há alguns meses. Tal facto deve-se ao ciclo de atualizações da MIUI, neste caso a MIUI 13 que reveste todos os aspetos do sistema.

A MIUI é, regra geral, uma versão mais colorida, mais vibrante e dinâmica da perceção geral do Android "puro". Tem vários traços inspirados no iOS da Apple e tanto para melhor. Se funciona no reino da maçã, também funciona deste lado do Android.

Xiaomi 12T

Porém, algo que me continua a irritar, por exigir mais ações é a necessidade de arrastar para o lado quando queremos ver as notificações. Ou quando queremos aceder aos atalhos rápidos e estamos no ecrã drop down da notificações.

Em suma, a gestão de notificações e acesso aos atalhos rápidos continua a exigir mais ações que noutras interfaces. Em tudo o resto, a MIUI é deveras agradável, sobretudo no feedback sonoro inspirado na natureza e no divino motor de vibração.

O feeback vibratório é pura poesia neste smartphone Xiaomi

Xiaomi 12T

Ainda assim, e apesar de não termos publicidade na interface, temos bloatware meio que disfarçado em várias pastas. Concretizando, temos apps e jogos que nunca pedimos, já instalados no smartphone, ainda que os possamos remover.

Em particular nas pastas "Mais aplicações" e "Jogo", temos todo o entulho não solicitado. Sem desmérito a quem retirar produtividade ou interesse no que aqui já vem instalado, mas prefiro ser eu a controlar o que tenho no meu telemóvel, não ao contrário.

Xiaomi 12T

Por fim, a Xiaomi compromete-se com até três anos de atualizações de sistema (versões do Android) para os seus smartphones. Em simultâneo, garante até quatro anos de atualizações de segurança com a MIUI, pelo que merece aqui destaque.

Câmara fotográfica muito boa e versátil com sensor de 108 MP

Xiaomi 12T

O smartphone Xiaomi 12T tem um sensor principal de 108 MP e, ignorando os valores hiperbólicos de resolução - os resultados são geralmente bons a muito bons. A experiência de captação de imagem é rápida e as fotos e vídeos são efetivamente agradáveis.

Xiaomi 12T

Ademais, para os fãs de selfies, esta câmara frontal é excelente, aqui sem a menor dúvida. Temos grande utilidade na app de câmara nativa da Xiaomi, bom hardware e um já melhor software de processamento de imagem para resultados bem acima da média.

Xiaomi 12T

O que importa reter é o facto de a consistência dos resultados ser ótima. Não só mas também, o software ajuda na capatação de bons conteúdos, na redução de vibrações e captação de boas imagens mesmo à noite e em retratos com os modos dedicados.

Xiaomi 12T

Pese embora as imagens finais sejam mais saturadas que os objetos na vida real, certo é que o olho humano tende a favorecer cores mais ricas e profundas, sobretudo em ecrãs AMOLED. O que se perde em fidelidade, ganha-se em recompensa imediata.

Xiaomi 12T

Esta câmara lida bem com condições dinâmicas de luz e sombra no exterior, apesar de por vezes dar por mim a repetir a foto quando o processamento automático não acompanhou as minhas exigências.

Xiaomi 12T

Não obstante, em tons de pele a única queixa é a tonalidade algo mais rosada que na vida real, mas para fotografias rápidas, fotos de grupo e com a possibilidade de alternar entre a ultra-grande angular e a câmara grande angular, temos ferramentas para tudo.

Xiaomi 12T

Os principais detratores da câmara são a falta de um sensor de profundidade dedicado - em vez disso temos uma macro de 2 MP de utilidade dúbia no melhor dos cenários. Isto obriga o telefone a lutar para só desfocar o que importa no Modo Retrato, por exemplo.

Xiaomi 12T

Para além disso, a câmara de 8 MP produz imagens com menos detalhe que a câmara principal, tal como era de prever. Porém, esta é uma câmara que acrescenta versatilidade ao telefone, sobretudo para fotografias e vídeos de grupos ou paisagens.

Por fim, a câmara de 2 MP, macro, ainda que não seja perfeitamente inútil, duvido que no quotidiano encontrem grande utilidade na mesma.

Xiaomi 12T

O Xiaomi 12T também suporta a gravação de vídeo até 4K em 30 fps, com OIS para manter as gravações mais estáveis. Temos também o modo super câmara lenta até 960 fps para filmagens criativas e mais divertidas.

Há aqui uma nota a ser feita quanto à app de câmara - não é muito fácil encontrar estas opções entre tantos menus e meandros.

Extraordinária bateria, superada apenas pela carga rápida a 120 W

Xiaomi 12T

O carregador é "enorme" para o padrão de mercado. Temos aí, imediatamente, o primeiro contacto com algo de poderoso e acreditem que é ótimo ter uma bateria completamente carregada em (bem) menos de meia hora. É muito cómodo e não aquece em demasia.

Xiaomi 12T

Conseguimos ter cerca de 7 horas de ecrã ligado sem grandes cuidados a não ser o Modo Escuro. Para além disso, é um dos poucos telefones que arriscaria usar durante dois dias, para uso médio a casual, entre cargas.

Xiaomi 12T

A confiança na sua muito boa autonomia de bateria liberta-nos para, por exemplo, aproveitar este telefone (e a vida) ao máximo. E chegada a hora de o carregar, em 15 minutos estamos a 65% da carga, com pouco mais de 20 minutos até chegar aos 100%.

Xiaomi 12T

Em suma, a autonomia de bateria é facilmente um dos melhores atributos do Xiaomi 12T. É um telefone que podem usar todo o dia sem preocupações, ou até dois dias com algum cuidado. Se tal for necessário, temos várias opções para tal nas Definições.

Para além disso, temos um extraordinário carregador rápido incluído na caixa, dos mais velozes no mercado Android e não temos que pagar extra por este acessório.

Xiaomi 12T

Principais especificações do smartphone Xiaomi 12T

  • Dimensões: 163,1 mm x 75,9 mm x 8,6 mm (altura x largura x espessura)
  • Peso: 202 gramas
  • Vidro frontal Corning Gorilla 5
  • Vidro anti-encandeamento traseiro
  • Cores: Preto, Prateado, Azul
  • Câmara grande angular de 108 MP (Samsung ISOCELL HM6, Sensor 1/1.67"
  • Abertura focal de f/1.69, lentes 8P, 85° FOV; Suporta OIS
  • Vídeo HDR10+ em 8K
  • Câmara ultra grande angular de 8 MP, Sensor 1/4", pixel 1.12μm, f/2.2, 120° FOV
  • Câmara macro de 2 MP, Sensor 1/5", píxel 1.75μm, f/2.4
  • Câmara frontal de 20 MP, Sensor 1/3.47", píxel 0.8μm, f/2.24, 78° FOV
  • Ecrã CrystalRes AMOLED DotDisplay de 120 Hz e 6,67" polegadas,
  • Formato 20:9, 2712 x 1220, 446 ppi (densidade de pixeis)
  • 120 Hz de taxa de atualização, mais de 480Hz de taxa de amostragem por toque
  • Ecrã AdaptiveSync: 30Hz/60Hz/90Hz/120Hz, Brilho: 500 nits (typ), HBM 900nits
  • Dolby Vision, HDR10+, True Display, HDR adaptativo
  • Sensor de impressões digitais no ecrã
  • Processador MediaTek Dimensity 8100-Ultra, TSMC 5 nm
  • Armazenamento LPDDR5 + UFS 3.1
  • 8 GB + 128 GB, 8 GB + 256 GB
  • MIUI 13 baseada no Android 12
  • Bateria de 5 000mAh, carga HyperCharge 120 W
  • Xiaomi AdaptiveCharge - Inclui carregador 120 W
  • Altifalantes duplos, Sistema de som Harman Kardon, Dolby Atmos
  • Dual SIM, Suporta NFC, Bluetooth 5.2, 5G: Suporta NSA + SA
  • Rede: 5G: n1/n3/n5/n7/n8/n20/n28/n38/n40/n41/n66/n77/n75/n78
  • Wi-Fi 6

Xiaomi 12T

Pontuação 4gnews (de 0 a 10)

Escolha de design 8
Qualidade de construção 8
Ecrã 8,5
Qualidade de som 10
Performance/Desempenho 9
Interface/UI 8
Câmara 7,5
Bateria 8,5
Qualidade/preço 9
Pontuação 8,5 - Excelente

Veredito: excelente relação qualidade / preço em 2022

Xiaomi 12T

O Xiaomi 12T tem dois altifalantes e não - não me refiro aqui ao auscultador que se desdobra como segundo altifalante. Não, temos dois elementos distintos, dois altifalantes e um auscultador e o resultado é magnífico.

Foi a primeira vez que atribuí um 10 no quesito de "Qualidade de som" e fi-lo com convicção. Para além disso, o feedback do motor de vibração é incrivelmente sofisticado, preciso e mesmo delicado, algo que deve mesmo ser sentido na realidade.

Em tudo o resto - design, qualidade de construção e desempenho - este é um smartphone muito bom. O mesmo se aplica á câmara fotográfica que, regra geral, superou as minhas expectativas.

Xiaomi 12T

Porém, é na autonomia de bateria e velocidade de carregamento a 120 W que este Xiaomi 12T atinge um nível de excelência que raramente encontro. Talvez apenas a relação qualidade / preço supere estes parâmetros, merecendo o título de flagship killer.

A 4gnews agradece a cedência do smartphone Xiaomi 12T para teste.

Smartphone Xiaomi 12T

Ecrã: 6.67" OLED Full-HD+
Câmara: Tripla de 108 MP
Aúdio: Sound By harman/kardon
Carregamento: 120 W
Bateria: 5 000 mAh
Processador: MediaTek Dimensity 8100 - Ultra
Sistema operativo: Android 12 - MIUI
Memória: 8 GB + 256 GB

Oferta: Smart Band 7 Pro + desconto de 50 €

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. Ocupa-se com as novidades de tecnologia na 4gnews. Email: ruifbacelar@4gnews.pt