Xiaomi 12 mini: este pode ser o smartphone que ninguém esperava

Bruno Coelho
Comentar

A Xiaomi prepara-se para apresentar o seu primeiro smartphone topo de gama para 2022 ainda antes do final do ano. Mas o Xiaomi 12 pode afinal não chegar sozinho na sua apresentação em dezembro.

Nas últimas horas surgiram rumores na rede social Weibo de que a fabricante chinesa pode seguir os passos da Apple, e apresentar um alegado Xiaomi 12 mini. Ainda assim, as dimensões estarão longe de ser as mesmas.

Novo rumor aponta para Xiaomi 12 Mini com 6,28" polegadas

Recorde-se que os modelos Mini da Apple contam com um ecrãs de 5,4” polegadas. Já este rumor avança que o alegado Xiaomi 12 mini chegará com um painel de 6,28” polegadas, que apenas pode ser considerado mini ao lado de alguns dos maiores smartphones do mercado.

Apareceu online um cartaz com as alegadas especificações do terminal. Entre estas encontramos um painel AMOLED LTPO com 120Hz de taxa de atualização, e 480 Hz de taxa de resposta ao toque. Este refere ainda suporte para HDR 10+, Dolby Vision e pico de brilho cifrado nos 1500 nits.

Alegado cartaz do Xiaomi 12 mini. Crédito: Bald Panda / Weibo
Alegado cartaz do Xiaomi 12 mini. Crédito: Bald Panda / Weibo

Esse cartaz refere que o terminal poderá chegar equipado com o Snapdragon 870, armazenamento UFS 3.1 e RAM LPDDR5. Há ainda referência a uma bateria de 4200mAh com carregamento rápido de 67W. A fonte refere ainda uma câmara principal de 108MP, e certificação IP68.

De qualquer das formas, devemos olhar para este cartaz agora divulgado com uma pitada de sal. O mesmo pode verificar-se falso, pelo que deve ser olhado como apenas um rumor sem confirmação oficial.

Seria realmente interessante ver a Xiaomi a lançar uma versão “mini” do Xiaomi 12. No entanto, 6,28” polegadas é tudo menos "mini", e algo mais perto da alternativa da Apple seria muito bem-vindo por quem quer smartphones pequenos no segmento Android.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.