WhatsApp insiste nos avisos de privacidade face ao crescimento da Telegram e Signal

Rui Bacelar
Comentar

O WhatsApp está a preparar mais um aviso a ser apresentado aos mais de dois mil milhões de utilizadores da plataforma. Em causa está, mais uma vez, a mal recebida alteração aos termos de serviço da empresa pertencente ao grupo Facebook.

Assim que chegar aos utilizadores através de uma atualização da app de mensagens, veremos novos infográficos que visam esclarecer o que muda com a entrada em vigor da nova política de atualização adiada pela plataforma para meados de maio de 2021.

Mais avisos a ser apresentados na aplicação WhatsApp

📝 WhatsApp beta for Android 2.21.4.13: what's new?A new informative alert was found in the app, to announce new Terms of Service in more detail, in order to clarify any confusion.Availability: in future.https://t.co/3EsFqtEvwR

— WABetaInfo (@WABetaInfo) 18 de fevereiro de 2021

A implementação encontra-se já visível na versão beta da app para Android e, tal como o coloca a publicação WABetainfo, é mais um alerta informativo a ser apresentado na app. Na prática, veremos mais cartões de informação ao abrir a aplicação.

De acordo com a fonte, os novos avisos são apresentados na versão 2.21.4.13 da app para Android, ainda em fase beta. Melhorará a comunicação entre a empresa e os utilizadores ao explicitar aquilo que mudará a partir de maio relativamente aos seus dados.

Recordamos que em causa está o tratamento e partilha de metadados com as empresas do grupo Facebook à medida que este cria mais recursos empresariais. Note-se o cuidado da empresa em detalhar o que será, ou não, partilhado com o grupo Facebook.

O esclarecimento sobre as alterações continua a ser a prioridade do WhatsApp

WhatsApp
Os avisos a ser apresentados no WhatsApp com a versão 2.21.4.13. Crédito: WABetainfo

O WhatsApp afirma que não pode ler ou ouvir as conversas pessoais uma vez que estas são criptografadas de ponta a ponta. Algo que, de acordo com a mesma, nunca mudará.

Destacam também as novas soluções a serem colocadas à disposição das empresas que queiram usar o WhatsApp para entrar em contacto com os seus consumidores. Será, contudo, uma opção para os utilizadores e não uma obrigação.

O WhatsApp quer estancar o êxodo de utilizadores para a Telegram e Signal

Por fim, o WhatsApp coloca a tónica na necessidade de colher e processador vários dados do utilizador, afirmando fazê-lo para segurança de quem usa esta app de mensagens. De igual modo, também o fazem para criar experiências personalizadas no Facebook - criação de publicidade dirigida ao utilização com base nas suas preferências.

Em síntese, são vários alertas que visam clarificar o que realmente mudará a partir de 15 de maio. Na Europa, contudo, pouco mudará uma vez que o RGPD continuará a proteger a privacidade dos utilizadores.

O WhatsApp tem sido alvo de duras críticas por parte dos utilizadores, notam-se uma quebra de confiança na plataforma devido ao seu controlo pelo grupo Facebook. Esta realidade motivou um autêntico êxodo de utilizadores para as plataformas rivais como a Telegram e Signal, sobretudo durante o último mês de janeiro.

A próxima versão da app para Android com o número de versão 2.21.4.13 será distribuída ao longo das próximas semanas.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.