WhatsApp: alguns utilizadores começam a receber o Dark Mode! Vê as diferenças

Filipe Alves
1 comentário

O WhatsApp é uma das aplicações de comunicação mais utilizadas em todo o mundo. Ainda que a aplicação tenha cada vez mais concorrentes, o WhatsApp continua na linha da frente quando existe a necessidade de comunicação pela internet.

Já há muito que se fala que a aplicação seguirá as tendências dos sistemas operativos ao introduzir Dark Mode, porém, só agora é que alguns utilizadores começam a ter as novidades. Isto na versão Beta.

WhatsApp com Dark Mode podia ser um pouco melhor

WhatsApp 1

Vemos que a aplicação é basicamente toda escura. Isto fará com que a bateria do smartphone não sofra tanto quanto a versão deste momento, além disso ajudar-nos-á a utilizar a aplicação à noite em não ferir os olhos com tanta luminosidade.

WhatsApp 3

Contudo, acredito que o WhatsApp podia ter feito melhor. Isto porque escolheu a tonalidade azul escura em vez de preta. Lembro que os ecrãs AMOLED ganham muito por ter a tonalidade preta no ecrã. Isto porque os Pixels estão literalmente desligados e salva muito mais bateria do que qualquer outra tonalidade. Ainda assim, conseguimos ver a diferença entre a aplicação e a barra de navegação inferior.

Temos ainda o mesmo wallpaper dentro do chat de conversa. Este wallpaper pode ser modificado pelo utilizador, porém, não ficaria mal ao WhatsApp ter mudado o wallpaper para algo mais escuro.

Vantagens do Dark Mode nas aplicações

WahtsApp logo

  • Ajuda ao smartphone poupar autonomia
  • Não provoca cansaço na vista

Estas, como tinha referido, são as principais razões para a introdução do Dark Mode numa aplicação. Contudo, a introdução do Dark Mode no WhatsApp não dá a devida atenção às vantagens e decide apostar mais numa pequena mudança de design. Esperemos que existam mais possibilidades quando a aplicação sair para os utilizadores. Acredita-se que tal aconteça em breve.

Editores 4gnews recomendam:

1 comentário
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.