Vodafone, MEO e NOS: Os tarifários livres já não são mais "livres"

Filipe Alves

Já foi o tempo em que ter um tarifário "livre" era verdadeiramente livre. A Vodafone e a MEO já cobravam valores pelos seus tarifários livres, agora é a vez da NOS. (edição relativamente à Vodafone abaixo)

Estes tarifários já não tem a popularidade de outrora, contudo, ainda há casos e pessoas que não precisam de ter dados, chamadas ou SMS's nos telemóveis. Certamente que conheces alguém que só tem um telemóvel para uma eventualidade. Para essas pessoas é que o tarifário "livre" era perfeito.

Tarifários Vodafone, MEO, NOS Livre

Porém, as coisas não são mais assim. A NOS juntou-se à MEO e Vodafone e começou a cobrar o valor ao cliente para ter um tarifário "livre de obrigações". As operadoras chamam-lhe de manutenção. Mas algo me diz que essa é uma forma bonita de dizer ao cliente que não devia ter aquele tarifário e que vai pagar mesmo assim!

Valor que as operadoras cobram por cada tarifário livre

  • Vodafone: 1.50€ de 2 em 2 meses
  • MEO: 1€ mensal (2€ em dois meses)
  • NOS: 1.50€ de 2 em 2 meses

A definição de "livre" deixou de existir para as operadoras portuguesas. Os cartões "livres" necessitavam apenas de receber e efetuar chamadas de forma a ficarem ativos. Contudo, isso não traz lucro à empresa, ou seja, algo tem de ser feito para mudar. Visto que todas fazem, não há forma de dar a volta.

Ou seja, este tipo de cartões que era muitas vezes usado em elevadores, portões de garagem ou até para pessoas que não usam o telemóvel rigorosamente para nada a não ser estar conectáveis, passou a custar cerca de 1,5€ de 2 em 2 meses na melhor das hipóteses.

Mensagem
Mensagem no website da Vodafone

Para termos a cereja no topo do bolo duas das operadoras não nos dizem isso na cara. A MEO e a NOS escondem a informação no meio das "notas" acerca do tarifário. A Vodafone, por sua vez, admite que tem uma "manutenção" com letras visíveis e num local decente.

Qual a solução?

Sinceramente, se queres uma destas operadoras está complicado ter uma solução. Contudo, ainda há pelo menos uma operadora, a UZO, que faz tarifários sem "manutenção" e que apenas precisas de fazer chamadas (pagas) de 120 em 120 dias para o cartão ficar ativo. Tal como antigamente nas operadoras. Gostava de te dar mais operadoras como solução mas as que o faziam deixaram de conseguir competir no meio dos tubarões.

PS Edição quinta feira 9 de maio: O tarifário Vodafone Direto também não necessita de valor de manutenção. Tal como o UZO pode ser feito em chamadas.

Editores 4gnews recomendam:

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.