comscore comscore
Home Android

Vivo Apex 2019 e Meizu Zero são os telemóveis do futuro

O Vivo Apex 2019 e o Meizu Zero foram revelados de forma oficial e merecem destaque. Já demos uma olhar ao Vivo aqui na altura de apresentação. Hoje vamos perceber porque é que estes telemóveis são o futuro.

Tanto o Vivo Apex 2019 com o Meizu Zero trazem algo que outros não conseguem oferecer. Os telemóveis não contam com entradas de carregamento ou botões. Ambos oferecem um design verdadeiramente impressionante.

Vivo Apex 2019 e Meizu Zero são os telemóveis do futuro
Vivo APEX 2019

Assim sendo, os telemóveis não contam com botões de volume, de Power ou até entrada para carregamento. O Vivo dá-nos uma barra magnética para carregamento na parte traseira que é também a coluna.

Já o Meizu dá-nos um ecrã OLED com possibilidade de emitir som. Tal como as mais recentes televisões da Sony.

Meizu Zero

As laterais são lisas e sensíveis ao toque. Ou seja, mesmo não tendo botões, as funcionalidades estão lá. Podes ver o vídeo abaixo para entenderes melhor.

Será que chegarão a Portugal?

Visto que ambos os telemóveis não contam com entrada de cartão SIM, necessitam de e-SIM para funcionar. Tecnologia que a Apple trouxe no iPhone XS para o segundo cartão. Porém, as operadoras portuguesas ainda não estão aptas para tal tecnologia.

Assim sendo, se comprares um smartphone destes é possível que não te sirva de muito. Pelo menos para já.

Os telemóveis do futuro terão de ser assim!

Quanto menos entradas e botões, mais compacto o smartphone é. Ou seja, mais facilidade temos para dar resistência a água e poeiras. Ademais, quem é que gosta de fios? Não sei se o futuro dos telemóveis passará por este Vivo ou Meizu mas estou seriamente curioso para saber se conseguem influenciar o mercado.

Editores 4gnews recomendam:

Google: Android Q terá gravação de ecrã e ‘atalho de emergência’

Como usar o Facebook Messenger sem uma conta do Facebook

Youtube começa a repensar as resoluções automáticas dos vídeos

Via 1 | Via 2

Fundador do projeto 4gnews, sempre olhei para a tecnologia como um pedaço de nós. Desde cedo ligado ao mundo tecnológico, este é literalmente o meu trabalho de sonho. Amante de vinho e apaixonado pelo meu Vit. Guimarães, acredito ainda que todas as nossas acções são o gatilho para o nosso futuro.