UMIDIGI C Note em vermelho

Os smartphones com uma construção de qualidade já não estão só ao alcance daqueles que investem um valor considerável no equipamento. Hoje em dia os dispositivos de gamas inferiores de algumas marcas conseguem dar-nos uma qualidade sublime por metade do preço.

Temos o exemplo da Xiaomi, com o Xiaomi Mi5 ou Mi 5S, terminais como os da LeEco e ainda os da UMIDIGI. Algo que gosto bastante dos smartphones da empresa chinesa é que me fazem lembrar os terminais da HTC.

Vê ainda: Cop Rose : o robô que tu precisas…para limpar janelas!

   

Aliás, ainda há pouco tempo a HTC apresentou um novo smartphone que nos faz lembrar um autêntico UMi Super. Com isto quero dizer que nem todos os smartphones com um valor inferior tem uma má qualidade de construção, muito pelo contrário.

UMIDIGI C Note
UMIDIGI C Note

Na passada semana a UMIDIGI, antiga UMi, publicou um vídeo no Youtube que nos mostra um pouco de como o seu mais recente smartphone, UMIDIGI C Note é feito.

Embora só tenhamos um rápido resumo, este tipo de vídeo encanta-me. A transformação de um bloco de alumínio para uma moldura de smartphone é simplesmente fantástica.

Sabe mais sobre a pré-venda do UMIDIGI C Note aqui

O UMIDIGI C Note não é o smartphone mais cativante que a empresa chinesa já mostrou, aliás, o equipamento conta com especificações de gama inferior, porém, a empresa não poupa na qualidade de construção.

O UMIDIGI C Note oferece-nos um processador MediaTek MT6737, 3GB de RAM, 32GB de memória interna, dual-SIM e ainda um ecrã de 5.5″ polegadas FHD. As câmaras de 13MP traseira e 5MP frontal deverão ser o suficiente para fotografias com uma qualidade aceitável e a bateria de 3800 mAh deverá chegar para um dia de utilização.

O UMIDIGI C Note está em pré-venda com os valores a pouco passarem os 100€ e se estás à procura de uma boa relação qualidade/preço, este é uma boa opção.

Outros assuntos relevantes:

App permite reprogramar o botão da Bixby no Samsung Galaxy S8

Galaxy J3 2017: O próximo smartphone económico da Samsung

Xiaomi Mi 6: Primeira “fornada” terá 80 mil unidades. Suficiente?

 

FontePatrocinada
Fundador do projeto 4gnews, sempre olhei para a tecnologia como um pedaço de nós. Desde cedo ligado ao mundo tecnológico, este é literalmente o meu trabalho de sonho. Amante de vinho e apaixonado pelo meu Vit. Guimarães, acredito ainda que todas as nossas acções são o gatilho para o nosso futuro.