samsung-galaxy-note-7-4gnews-1

Já não chega os problemas com as explosões do Samsung Galaxy Note 7, agora a Samsung terá de lidar publicamente com a acusação de descriminação face ao mercado Chinês.

Vê ainda: Render 3D mostra-nos o Google Pixel XL ao pormenor

   

O mercado Chinês é para além um dos maiores do mundo, um dos mais importantes. Marcas como Xiaomi, Huawei, Oppo ou mesmo LeEco fazem do seu maior negócio o mercado Chinês que conta com mais de mil milhões de pessoas.

Uma televisão do Estado acusou ontem publicamente a Samsung de descriminação face à recolha dos smartphones da Samsung com problemas devido a explosões.

samsung-galaxy-note-7-4gnews

De acordo com a Samsung na antevisão da recolha, os únicos terminais que não contariam com este tipo de problemas seriam os modelos comercializados na China devido aos seus componentes.

Pois bem, nem todos acreditam nisso e uma televisão estatal veio a público denunciar a empresa Sul-Coreana como descriminação.

“A política de descriminação da Samsung causou descontentamento nos consumidores Chineses” – Referiu a CCTV à Reuters.

Não é a primeira vez que vemos pequenas “guerras” entre a Coreia e a China, mas este é garantidamente um passo acima do que temos visto.

Talvez queiras ver:

LeEco entrará no mercado Americano no próximo dia 19 de outubro

Versão final do Android Wear 2.0 só chegará em 2017

UMi lança vídeo de unboxing oficial do UMi Plus

ViaBGR
FonteReuters

Fundador do projeto 4gnews, sempre olhei para a tecnologia como um pedaço de nós. Desde cedo ligado ao mundo tecnológico, este é literalmente o meu trabalho de sonho.
Amante de vinho e apaixonado pelo meu Vit. Guimarães, acredito ainda que todas as nossas acções são o gatilho para o nosso futuro.