Alguns telemóveis Nokia estavam a mandar informações do utilizador para a China

Filipe Alves

A Nokia é a mais recente empresa no meio de uma confusão face as informações dos utilizadores que eram enviadas para servidores chineses. Este problema foi detetado em unidades do Nokia 7 Plus na Noruega e pelo que se apurou enviada o IMEI do smartphone, localização do utilizador e número de telefone.

Aliás, foi referido que o servidor recebia localização do smartphone em tempo real. Algo que está longe de ser o mais correto para o utilizador. Ademais, foge até do novo GDPR que protege o utilizador e as suas informações.

Nokia 7 Plus enviava informações para a China

Contudo, é possível que estas unidades do smartphones tenham sido poucas. De acordo com as informações, estes smartphones eram destinados para a China e por isso é que tinham este tipo de código instalado.

A Nokia respondeu de forma oficial

A resposta da Nokia foi mesmo essa. Que só aqueles smartphones é que tinham este tipo de código. Porém, isto leva-nos a questionar se para vender smartphones na China, a Nokia precisa de dar todas estas informações ao governo Chinês. Algo que Nokia não quis responder.

Preciso de ficar preocupado com o meu Nokia?

Nokia 9 Pureview é o mais recente topo de gama

Para já não há motivos para alarme. Esta situação aconteceu apenas uma vez e não me parece que a Nokia queira correr riscos na Europa. No Continente que começa a crescer e a ganhar a confiança do público.

Contudo, isto leva-nos a questionar. A maior parte das pessoas não tem noção se o seu smartphone está a mandar informações para a China. Eu não faço ideia se o meu equipamento manda informações para a China. Por isso é que é importante teres a certeza que tens sempre um software destinado à Europa onde as empresas tem seguir à letra aquilo que a União Europeia obriga.

Ainda que os Nokia não tenham muitos problemas com ROM's, os smartphones oriundos da China (como Xiaomi) são o perfeito exemplo. Por isso já sabes, ROM's destinadas ao nosso Continente sempre.

Editores 4gnews recomendam:

Fonte | Via

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.