Surface Pro
O novo Surface Pro (2017)

O mês de maio continua e a Microsoft não deixa de apresentar novidades, a todos os consumidores de tecnologia. Agora em Xangai, o Surface Pro (2017) foi a estrela da da empresa norte-americana.

Vê também: Bill Gates revela 3 áreas que terão um grande impacto daqui a 20 anos

Bem, fazendo uma pequena lista daquilo que foram os aspetos bons e menos bons do novo terminal – e esquecendo as suas especificações técnicas –, o primeiro será certamente o seu nome. O novo produto da gama mais famosa da empresa de Redmond chama-se simplesmente Pro, Surface Pro. Não há aqui nenhum 5 associado e, de certa forma, essa é o primeiro detalhe a ir para a lista de bons aspetos acerca do novo produto.

   

Agora, finalmente, a gama Surface está mais clean, e todas as linhas de produtos são comandadas com um terminal com um nome, apenas e só, sem números – como é o caso da Pro, Book, Laptop e Studio. Por falar em Studio, uma segunda novidade, também positiva, deste novo Surface Pro tem que ver com o facto da tecnologia aplicada na pressão que a ele se pode fazer – inclinando-o mais ou menos – estar bem mais evoluída.

Surface Pro

Num terceiro ponto, e para um utilizador diário de um Surface Pro 4, é com muito gosto que vejo que o seu sucessor é mais leve, mas acima de tudo menos ruidoso. Pois é, finalmente as ventoinhas cansativas e altamente consumidoras do silêncio de um quarto ou sala de trabalho desapareceram e tornarão o Pro no Surface mais silencioso de sempre.

Ainda dentro da lista de coisas boas, a querida Surface Pen ganhou (ainda) mais sensibilidade e agora reage a 4096 pontos de pressão, o que torna a vida de um criativo, aluno ou qualquer outra pessoa ainda mais simples. O seu ecrã continua a ter a mesma qualidade – diga-se já que é excelente – da versão anterior e, deste modo, esta novidade em torno da Pen só melhorou a interação com o mesmo.

Surface Pro

Por último, há mais quatro cores ou tonalidades disponíveis para combinar com o Surface Pro, bem como os anteriores, visto que há quatro novos teclados disponíveis. Eu, por exemplo, estava para mudar o meu há já algum tempo e é com enorme satisfação que vejo que tenho mais por onde escolher.

Porém, nem tudo é bom, ou pelo menos fantástico. Por isso, o novo Surface Pro não é mais que um restyle ao modelo anterior. Não trouxe nada de altamente inovador consigo, nem tampouco diferenças significativas em relação ao seu antecessor.

Nada de inovador, mas um excelente produto sem dúvida!

Continua a ter excelentes especificações, excelente acabamento, mas mesmo o seu teclado poderia ter sofrido algumas mudanças – como o aumento do Touchpad –, mas nada disso aconteceu efetivamente.

Por isso, é um mau produto? Claro que não. É um produto da Microsoft, e é um produto de excelência. Para quem pensa em adquirir um, sem dúvida que não ficará mal servido. No entanto, para quem tem um Pro 3 ou um Pro 4, dificilmente valerá a pena o investimento que, de facto, não deixa de ser avultado.

Finalmente, embora apresentado a 23 de maio, o Surface Pro (2017) chegará às lojas já no próximo dia 15 de junho. Vê o vídeo no final do artigo, não te irás arrepender.

Outros assuntos relevantes:

Eis o primeiro olhar ao próximo Motorola Moto G5S

Windows 10 Mobile receberá novidades empresariais no final do verão

LinkedIn revela quais as 14 empresas onde todos querem trabalhar

Desde cedo comecei a interessar-me pelo que podia fazer no computador. Porém, a grande paixão surgiu com o primeiro telemóvel e complementou-se com os smartphones. Nada há a dizer, são simplesmente fantásticos e úteis em todo o tipo de situações.