Samsung-Z1 copy

A gigante Samsung, após ter desenvolvido o sistema operativo Tizen, em parceria com a Linux Foundation, Panasonic e Intel, utilizou-o pela primeira vez no seu smartphone Z1. E de acordo com o último balanço da empresa sul coreana, este terminal está a ter  no mercado, um desempenho melhor do que era esperado.

A prova disso é o Samsung Z1 já ter vendido mais de 500.000 unidades na Índia desde o lançamento, que aconteceu em Janeiro deste ano. Além da Índia, o terminal é também já disponível no Bangladesh, aonde conquistou 23,4% do mercado de smartphones e também no Quénia.

   

Uma das vantagens deste terminal, é sem duvida o preço, cerca de 80 euros, para alem de um sistema operativo bastante fluído. O Samsung Z1  tem especificações de gama baixa, está assente num processador dual-core Spreadtrum SC7727S de 1.2 GHz, na GPU uma Mali 400, ecrã de 4 polegadas com resolução qHD (800 x 480 pixeis) 768 mb de RAM e 4 GB de memória interna.

Na tentativa de voar mais alto e apoiada no sucesso do Z1, a Samsung está a preparar para revelar um outro smartphone com o sistema operativo Tizen a curto prazo, possivelmente terá o nome de  Z2, e no qual será lançado na Rússia, China, Malásia e Sri Lanka.

A Samsung continua a acreditar fortemente no seu Tizen OS,  não importando quão grande e forte são os ecossistemas Android e iOS sejam, e  pretende que o seu sistema seja uma alternativa válida, prova disso é o Samsung Z3 que começa a surgir em alguns rumores. Este pode ser o terminal a ser lançado em mercados mais exigentes como a Europa e os EUA. O Z3, segundo esses rumores, já contará com ecrã de 5 polegadas e processador de 64 bits quad-core. 

Para alem disso a Samsung tem um evento marcado para o próximo mês na Índia, com o nome  Tizen Developer Summit 2015.  Aonde irá tentar atrair novos desenvolvedores de aplicações para o seu sistema, na tentativa de ampliar o ecossistema para que possa ser disponibilizado globalmente.

Para isso, o SDK do sistema operativo vai ser disponibilizado abertamente para quem queira levar a sua aplicação para o Tizen. Segundo a Bussiness Korea (fonte da noticia) o intuito da Samsung é afastar-se do Android.

Façam-nos crescer com a vossa participação, nas nossas publicações do site e redes sociais. Partilhem e comentem, ajudem a crescer a tecnologia falada em português e com este espírito de equipe.