StayAway Covid: aplicação já foi descarregada 1 milhão de vezes no Android e iPhone

Filipe Alves
Comentar

A aplicação "StayAway Covid" ultrapassou um marco importante ao ser instalada por mais de 1 milhão de utilizadores em Portugal. A aplicação é grátis para Android e iOS e informa os utilizadores se estiveram em contacto com alguém que deu positivo no teste do COVID-19.

A aplicação não necessita de qualquer registo nem precisas de dar informações sobre ti. Apenas te dá a notificação se por algum motivo, nos últimos 15 dias estiveste perto de uma pessoa infetada que inseriu o código na aplicação.

Aplicação StayAway Covid é grátis para Android e iOS

Como referi acima, a aplicação é grátis para Android e iOS. Porém, toma cuidado com as aplicações falsas que se fazem passar por esta App. Assim sendo, ficam aqui os links necessários para a sua instalação segura no smartphone.

A aplicação é uma salvaguarda não uma garantia

Aplicação Stayaway covid covid-19

Atenção que a aplicação não é 100% infalível. A notificação só te é chegada se a pessoa que deu positivo no teste da COVID-19 decidir introduzir o código na aplicação.

Quando tal acontece, a aplicação notifica todos os utilizadores que durante os últimos 15 dias estiveram perto desse smartphone que foi introduzido o código.

Em declarações à LUSA, Rui Oliveira, responsável da App de rastreio da COVID-19, referiu que "Estamos muito satisfeitos, ainda que não esteja propriamente surpreendido. A aplicação é uma ajuda à população portuguesa, mas ainda faltam os restantes cinco milhões de portugueses que têm smartphones".

Em suma, ainda que não seja um tipo de aplicação que fique feliz por ter no smartphone, esta é uma aplicação importante na situação em que estamos atualmente. Todos os pormenores importam.

Editores 4gnews recomendam:

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.