SOS do Apple Watch volta a salvar vidas!

António Guimarães
Comentar

Situações onde as funções de SOS do Apple Watch salvam vidas não são novidade. A mais recente vem de Porto Rico, onde dois turistas estavam a andar de caiaque quando ambas as embarcações afundaram. O incidente deixou ambos os homens em risco de vida, no meio da água.

Eventualmente, ambos foram resgatados pela guarda costeira dos Estados Unidos. Contudo, só conseguiram entrar em contacto com os serviços de emergência através do Apple Watch e a sua função de SOS. A guarda costeira encontrou-os e resgatou-os através de helicóptero.

apple watch

Um final feliz para uma situação complicada. Ambos os turistas tinham estado a nadar em águas perigosas durante horas, após os caiaques afundarem. A função de SOS do Apple Watch funciona ao pressionar o botão lateral.

Apple Watch e as suas funções de SOS já salvaram várias pessoas

Esta não é a primeira vez que um Apple Watch recebe mérito por salvar vidas. No Reino Unido, um Apple Watch 4 com a sua função de eletrocardiograma detetou batimentos cardíacos irregulares num utilizador, motivando-o a ir ao médico e descobrir que tinha problemas cardíacos.

Noutra ocasião, um homem foi salvo pela deteção de queda do Apple Watch, nos Estados Unidos. A deteção de queda, quando ativa, deteta movimentos súbitos seguidos de inatividade por parte do utilizador. O Apple Watch então ligou automaticamente aos serviços de emergência, que procederam a salvar o utilizador.

No caso do Apple Watch Series 5, os serviços de emergência funcionam inclusive fora do país de compra do equipamento. Foi graças a essa função que os turistas conseguiram chamar os serviços de emergência locais.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.