snapchat-scam-4gnewsÉ de certa forma “normal” um consumidor médio ser vítima de um esquema maldoso. Mas uma empresa bilionária como o Snapchat? Quase imperdoável. Se não sabes, o Snapchat é uma aplicação de mensagens que se tornou viral por permitir enviar imagens ou vídeos que se “auto-destroem” após um tempo determinado.

Ora bem, na passada sexta-feira, alguém contactou o departamento de contabilidade da empresa a pedir informações dos empregados, fazendo-se passar pelo CEO Evan Spiegel. A informação foi simplesmente enviada por um empregado do departamento para esse contacto desconhecido, só depois confirmando o pedido com o CEO, quando já era tarde demais.

Contudo, não foram partilhados dados privados e não chegou a haver nenhuma espécie de “ataque” informático. Desde então o Snapchat ofereceu aos empregados afectados dois anos de seguro contra roubo de identidade. Irão ainda fazer uma espécie de re-treino para evitar que isto aconteça embora não haja treino que evite a ocasional distracção. Escusado será dizer que o ambiente deve estar de cortar à faca no departamento de contabilidade do Snapchat. E não, não houveram nudes.

   

Talvez queiras ver: