Smartwatch de marca quase desconhecida pode ultrapassar a Apple nesta especificação

Mónica Marques
Comentar

É conhecida a vontade da Apple de integrar um sensor para medir a glicose no seu smartwatch, mas até agora a empresa ainda não conseguiu encontrar a solução perfeita.

Mas parece que a marca francesa PKvitality está bem encaminhada para ultrapassar a Apple e, apresentar o seu K’Watch Glucose até 2024.

K’Watch apresenta já uma reduzida margem de erro na medição da glicose

Apple watch Series 7
Nos últimos anos, a Apple tem vindo a trabalhar num sensor para o seu smartwatch capaz de medir os níveis de glicose no sangue Crédito@Apple

Em cada geração do Watch Series, a Apple tem vindo a aumentar os recursos de saúde, sendo que a atual meta a alcançar é a introdução de uma funcionalidade que permita medir os níveis de glicose no sangue, através de um método menos invasivo – ou seja, sem ser necessário retirar uma amostra de sangue.

Percebe-se a razão para a Apple estar a apostar neste recurso. Mais de 200 milhões de diabéticos, dependentes de insulina, no mundo justificam a integração desta funcionalidade. Mas até agora a empresa de Cupertino ainda não conseguiu encontrar uma solução que cumpra os seus requisitos de qualidade e os parâmetros exigidos pelas autoridades responsáveis.

No entanto, uma empresa francesa praticamente desconhecida no mundo high-tech, está bem encaminhada neste projeto e recentemente deu conta dos seus extraordinários avanços. A PKvitality está já numa fase avançada de testes com o seu K’Watch Glucose que, tal como o nome indica, permite monitorizar os níveis de glicose no sangue, sem recorrer a um método invasivo.

De acordo com a empresa francesa, o wearable acaba de passar pelo terceiro ensaio clínico, no qual apresentou uma margem de erro de apenas 16%, superando as melhores expetativas que apontavam para uma margem de erro entre os 17% e 18%. Este bom desempenho fica a dever-se a alterações efetuadas no algoritmo e no patch K’apsul integrados no modelo.

K’Watch pode ser mais barato que o smartwatch Apple

Num comunicado enviado à imprensa, o fundador Luc Pierart explicou que “com o K'Watch, procuramos oferecer às pessoas com diabetes uma inovação tecnológica que as acompanhará no seu dia a dia. Embora tenhamos iniciado os ensaios clínicos no final de 2021, estamos a progredir de forma rápida e bastante conclusiva. Estamos a poucos meses de disponibilizar um produto que responda às necessidades identificadas: indolor, sem problemas adesivos, discreto e prático”.

E tudo aponta para que até 2024, a PKvitality disponibilize no mercado o seu K’Watch Glucose, antes de a Apple o conseguir fazer. Melhor: este modelo pode chegar a um preço mais acessível que o do smartwatch Apple.

Espera-se que este smartwatch tenha um custo de 199,99 dólares (aproximadamente 200 euros) e que o sensor substituível de glicose K’apsul custe cerca de 99,90 dólares por mês (ou seja, 100 euros). Mas devemos ver estes preços com alguma cautela, uma vez que podem ainda ser sujeitos a alterações.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira.