Smartwatch. A razão pelo qual não troco Apple iOS por Android da Google

Pedro Henrique

Apple Watch iOS Android Google AppleVerão. A poucos dias do seu começo, surgem as dúvidas sobre como trocar o iOS (do Apple iPhone) por algo com Android da Google. Afinal, não há mais Windows 10 Mobile, passe a expressão, pelo que só esses interessam.

No entanto, a escolha é bem mais complicada do que parece. E não, não devido ao iOS ou Android. De uma forma muito surpreendente, a escolha torna-se difícil, para não dizer impossível, por causa do que carrego no pulso. Sim, uso um Apple Watch, diariamente, a todo o momento.

Vê ainda: Google Play Store: 14 aplicações Android Premium que estão agora grátis

Qual é o problema? Não consigo largá-lo. Esse é o problema. Estou certo que se pudesse usá-lo com um equipamento Android já teria trocado o iPhone há algum tempo. Porém, quando penso em trocar iOS pelo sistema operativo da Google surge sempre a mesma questão: e o relógio?

Ora, porque é que o Apple Watch é especial? Bem, em grande medida, porque não tem concorrência. Ele é perfeito para monitorizar a prática desportiva, bem como para me entregar todas as notificações de que preciso, a qualquer momento.

Apple Watch é o símbolo do lock-in da Apple e do iOS face ao Android da Google...

E tu perguntas: Pedro, mas também tens alternativas que fazem tudo isso no mundo Android. Sim e não. Existe uma Xiaomi Mi Band 3, que poderia cobrir o que preciso a nível de fitness. Ou então, uma Fitbit qualquer, que também são bastante boas nesse sentido.

No entanto, lá se iam as notificações (em certo modo) e aquele glamour que o Apple Watch entrega, por mais feio que seja. E então os smartwatches da Samsung?

Bem, não só não têm Android consigo, como têm a si associados um grave problema. Qual? O mesmo do relógio inteligente da empresa de Cupertino. Isto é, tal como o Apple Watch, os Gear também prendem o consumidor (ainda que de uma forma diferente).

Por isso, mesmo que seja, na minha opinião, uma excelente alternativa, os Gear são também me prenderiam a Galaxys e afins. Portanto, não são uma opção. Infelizmente, sobra apenas um pequeno grupo de gadgets.

A Google permite que várias empresas do ramo da relojoaria utilizem o seu software. Todavia, os preços dos produtos dessas marcas acabam por ser bem superiores ao de um Apple Watch. E claro, quem é que quer treinar com um bem da TAG Heuer no pulso.

Apple iOS Watch Android Google

Logo, trocar iOS por Android torna-se impossível. Das três, uma. Ou utilizava dois equipamentos, um com características fitness e outro de uma marca mais sonante. Ou usava algo proveniente da Fitbit e um relógio comum no outro pulso. Ou então, continuo a usar o relógio que se liga ao iOS melhor que qualquer outro.

Posso dizer, com as devidas aspas, que foi a compra do relógio da empresa de Cupertino que arruinou a troca constante de smartphones do qual gostava. E lá está, embora isso possa ser visto como algo menos bom, é ótimo pelo facto de ser um produto tão singular que é impossível abandonar.

Por último, face a tudo que foi dito, fica a seguinte questão, tal como havia sido dito anteriormente. Será o Apple Watch excecional, ou tudo o resto demasiado mau?!

Assuntos relevantes na 4gnews:

Nokia 5.1 Plus já passou pela TENAA revelando algumas especificações

Xiaomi prepara-se para lançar um skate elétrico por menos de 150€

Patente da Huawei revela como serão os ecrãs dos futuros smartphones

Pedro Henrique
Pedro Henrique
Fã incondicional de tecnologia e cultura quer partilhar o conhecimento adquirido com todos.