Sensor biométrico ultrassónico do Galaxy S10 não resiste a tudo

Bruno Coelho

O Samsung Galaxy S10 é novo topo de gama da Samsung. Apresentado há dias, é um smartphone bem construído, com um ecrã excelente e e um sensor biométrico ultrassónico que faz a diferença em termos de velocidade.

Se tal como eu devoras tudo o que é tecnologia, certamente conheces o canal de Youtube JerryRigEverything. Não raras vezes, vemos smartphones ser desmontados com a maior delicadeza, como os vemos ser partidos ao meio com a maior das facilidades.

Desta vez, o protogonista do vídeo foi o Galaxy S10. Um smartphone topo de gama com um ecrã Gorilass Glass 6 que apenas demonstra ficar riscado no nível 6 do teste. O nível 7 mostra marcas visíveis, enquanto que o nível 8 é coisa mesmo séria. Não queiras riscar o teu smartphone desta forma.

O sensor biométrico ultrassónico não é de ferro

É nesse sentido que o sensor biométrico ultrassónico deixa, assim, de fazer efeito. O teste é feito com riscos de nível 7 e tudo continua a correr às mil maravilhas para o sensor. Contudo, quando são feitos os riscos de nível 8, é como se o sensor nem estivesse lá.

Sensor biométrico ultrassónico do Galaxy S10 não resiste a tudo

Como já escrevemos, o sensor ultrassónico é um passo à frente nesta tecnologia. Contudo, é bom que não o risques desta forma, senão perderá todo o seu efeito. O ponto de interesse nestes vídeos é mesmo saber os limites de um dispositivo.

Ademais, JerryRigEverything quis também testar se o Galaxy S10 tinha poder para ser dobrável. O chamado ‘bendtest’ mostrou um dispositivo capaz de resistir a este tipo de força. Ou seja, é um dispositivo com o qual podes estar descansado em termos de resistência.

Sensor biométrico ultrassónico do Galaxy S10 não resiste a tudo

Em conclusão, os riscos no sensor ultrassónico dificilmente chegerão àquele nível em uso normal. Aliás, se usares vidro temperado, é provável que o ecrã fique imaculado durante o seu tempo de vida. Contudo, o youtuber acaba por dizer que o Galaxy S10 é “apenas mais um retângulo com pequenas melhorias em relação aos dos últimos anos”. E não está muito longe da verdade.

Editores 4gnews recomendam:

DDR5: próxima geração de memória RAM deve chegar este ano

Youtube afirma que não há vídeos do “Momo Challenge” na plataforma

Tesla também baixou os preços dos seus Model S e Model X

Bruno Coelho
Bruno Coelho
O Nokia 3650 foi o primeiro grande mergulho no mundo tecnológico. Se o Ultimate Team é o seu atual saco de boxe, o Macbook Pro é o melhor amigo. Escrever sobre tecnologia é o processo natural na vida de alguém que come especificações ao pequeno-almoço.