Samsung acusada por Trump pelo desaparecimento de SMS's do FBI

Rui Bacelar
Samsung Trump FBI SMS
Um novo dia, uma nova polémica? Centra-se nas SMS trocados por agentes do FBI ©dailywire

Cerca de 50 mil mensagens de texto (SMS's) entre alguns agentes do FBI terão desaparecido. Sem perder tempo, Donald Trump aponta o dedo à Samsung. Acusa-a de ter culpa no desaparecimento de toda esta informação.

O presidente Trump começa por dizer, no Twitter, que um dos maiores acontecimentos dos últimos tempos, envolvendo o FBI e os agentes Strzok-Page, cerca de 50 mil mensagens de texto foram perdidas. Este é essencialmente o teor do seu tweet (publicação na rede social Twitter).

Vê ainda: Play Store – Pack de ícones temporariamente grátis

Donal Trump refere-se às mensagens de texto trocadas nos últimos 5 meses entre Peter Strzok, um dos principais agentes envolvidos na investigação na alegada coligação entre a campanha eleitoral do presidente Trump com a Rússia. Mensagens (SMS's) que também envolvem Lisa Page, uma advogada também presente na mesma equipa de investigação.

Trata-se de um novo capítulo em toda a controversa investigação que tenta encontrar provas da ligação entre Donal Trump e o governo russo. Tudo isto surge agora, no seguimento do senador Ron Johnson ter entregue uma lista onde constavam as mensagens trocadas entre dois dos investigadores. Referindo também o desaparecimento "estranho" de algumas mensagens.

Donald Trump aponta o dedo à Samsung

A resposta de Trump é claro, a culpa do desaparecimento das mensagens que envolviam os agentes do FBI é da Samsung. Tendo já completado o 1º ano do seu mandato, o presidente eleito continua a estar envolvo em polémica. As suspeitas, existentes já antes da eleição que o levaria à Casa Branca, assumiu novas proporções quando o FBI tentou estabelecer uma ligação direta entre Moscovo e as eleições norte-americanas. Até hoje, a investigação continua em curso.

As acusações são sérias e para as investigar, toda uma equipa foi estabelecida. Equipa esta que é liderada pelo senador Ron Johnson, membro do partido republicano. Note-se que este senador tornou pública uma grande lista de mensagens que teriam sido trocadas entre a equipa de investigação do FBI. Mais concretamente entre alguns membros dessa equipa de investigação. Todas essas mensagens denotavam um conteúdo marcadamente anti-Trump.

Agora, perante o desaparecimento de todo este material, Trump, inspira-se no primeiro dos Augustos e pergunta pelas suas legiões de mensagens:

Mensagens SMS trocadas entre os agentes do FBI

Samsung Trump FBI SMS
Publicação original na rede social Twitter

Peter Strzok, agente deo FBI chamou "idiota" ao então candidato Donal Trump. Entretanto o agente seria colocado noutro departamento e noutra investigação pois a sua imparcialidade estaria comprometida. Note-se que o agora presidente sempre negou qualquer ligação entre a sua campanha e as influências da Rússia.

Na causa desta controvérsia estará uma erro, um bug ou glitch dos smartphones da Samsung que estariam a ser utilizados pelo FBI. Note-se que a agência equipa os seus membros com dispositivos da fabricante sul-coreana. Esperemos para ver no que resulta este novo "drama".

Assuntos relevantes na 4gnews:

Xiaomi. Quão importante será a MIUI 10? Uma pista – Android Oreo

Samsung Galaxy S9 já tem data de apresentação oficial!

Google experimenta a realidade aumentada para o seu Chrome

Fonte |via

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).