comscore comscore
Home Android

Samsung parece ser uma resistente ao reconhecimento facial 3D

Esta tecnologia deverá crescer exponencialmente durante este ano, mas a Samsung não está muito interessada.

Os Samsung Galaxy S10 serão desvendados na próxima semana e prometem muitas novidades. No entanto, a ausência de reconhecimento facial 3D nestes equipamentos vai contra a corrente do que deverá ser a realidade do mercado Android em 2019.

De acordo com um relatório da Digitimes, este tipo de tecnologia irá crescer consideravelmente no mercado Android em 2019. Por conseguinte, serão cada vez mais as empresas a adotar este tipo de autenticação biométrica.

Samsung

Segundo a fonte, marcas como a Huawei, Oppo e Xiaomi têm um grande impacto nesta realidade. Vale relembrar que estas foram das primeiras construtoras Android a seguir o caminho da Apple ao tentar replicar o Face ID.

Samsung parece alheia à crescente adoção do reconhecimento facial 3D no mundo Android

Desse modo, espera-se que a adoção deste tipo de tecnologia no mundo Android só venha a crescer ao longo do ano. As tecnológicas chinesas estão a desenvolver novos tipos de sensores para o efeito.

Assim sendo, não só haverá mais oferta como os preços irão baixar. Desse modo, este tipo de tecnologia irá agora aparecer em mais equipamentos para além dos topos de gama.

Ou seja, espera-se que no futuro próximo equipamentos de gama média possam oferecer as mesmas possibilidades. Uma tecnologia de reconhecimento facial muito mais segura do que aquela que reside unicamente na utilização da câmara frontal do smartphone.

Mas a sul-coreana não parece estar interessada nesta tecnologia

No entanto, a ausência do nome da Samsung neste relatório não poderia passar despercebida. Pelo menos para já não há qualquer indicação de que a sul-coreana esteja interessada no reconhecimento facial 3D.

Em contrapartida, a tecnológica quer apostar forte nos sensores de impressões digitais no ecrã. Os novos Samsung Galaxy S10 será portadores dessa tecnologia, mas os seus gama média deverão seguir caminho semelhante.

O novo topo de gama da sul-coreana

Temos indicação de que alguns Galaxy A possam usar a mesma tecnologia. Embora não tão avançada como a dos novos topos de gama, essa deverá ser a mesma que podemos encontrar já no mercado como, por exemplo, no OnePlus 6T.

Já do reconhecimento facial 3D, nem uma palavra até agora. A Samsung não tem tido uma boa reputação neste mercado e parece que 2019 marcará o afastamento da sul-coreana deste tipo de autenticação biométrica.

Já quanto ao restante mercado Android, as opções não deverão faltar. Serão cada vez mais as propostas, restando aferir até que ponto é que as mesmas serão verdadeiramente fiáveis.

Editores 4gnews recomendam:

Samsung Galaxy S10 vai ter grandes problemas com protectores de ecrã

Xiaomi Mi 9: Imagem de alta qualidade mostra o ecrã do smartphone

Google terá um ano de 2019 bastante interessante a nível de hardware

O gosto por tecnologia foi algo que esteve sempre dentro de mim. Com o crescer do mercado dos smartphones, também o meu entusiasmo com os mesmos aumentou. Já nos tempos livres, as séries são o meu principal passatempo.