Samsung pretende lançar um novo equipamento dobrável, mas desta vez num segmento diferente

Mónica Marques
Comentar

Uma das notícias do dia é que a Samsung, no próximo ano, vai lançar um novo equipamento dobrável.

Não seria novidade se se tratasse de um novo smartphone, mas parece que a gigante sul-coreana quer fazer o lançamento num segmento diferente: o dos portáteis.

Samsung pretende lançar em 2023 um portátil dobrável

Samsung Galaxy Z Flip4
Atualmente, a Samsung é líder de vendas no segmento de smartphones dobráveis Crédito@Samsung

Parece que a Samsung em 2023 vai continuar a apostar nos equipamentos dobráveis. Mas desta vez não estamos a falar de smartphones, mas antes de um novo dispositivo dobrável com um ecrã maior.

A notícia está a ser avançada pelo site The Elec que afirma que a gigante sul-coreana tem planos para lançar um equipamento dobrável com um ecrã OLED de 17,3 polegadas que quando dobrado, reduz o tamanho para 13,3 polegadas.

Por outras palavras, além de ser líder do segmento de smartphones dobráveis com as séries Galaxy Z Fold e Galaxy Z Flip, em 2023, a Samsung quer experimentar o mesmo sucesso no mercado de computadores portáteis.

O site The Elec cita a empresa de pesquisa Omdia como fonte desta notícia, afirmando que este produto deveria ter sido já lançado este ano, mas que por razões ainda desconhecidas foi adiado para o próximo ano.

A confirmar-se esta informação, a Samsung não será a primeira marca a tentar revolucionar o segmento de portáteis. Recorde-se que a Asus lançou já o seu ZenBook 17 Fold que conta com um ecrã de 17 polegadas que depois de dobrado reduz para as 12,6 polegadas.

Mas a Samsung entra neste segmento com uma vantagem sobre a Asus. É que enquanto esta última rem de adquirir os ecrãs dobráveis à empresa BOE, a Samsung tem capacidade para produzir os seus próprios painéis flexíveis.

Mas há mais concorrência. A Lenovo conta já com o ThinkPad X1 Fold, disponível no mercado por 3.449 euros, e a HP estará também a trabalhar num equipamento flexível com um ecrã de 17 polegadas que se torna num de 11 polegadas.

Apple poderá entrar no segmento dos dobráveis com um iPad

Recentemente, o site The Elec avançou também que a Apple pretende entrar no segmento de equipamentos dobráveis. Mas, de acordo com o referido site, a empresa de Cupertino não irá lançar um iPhone dobrável, mas sim antes um iPad dobrável.

De acordo com a mesma fonte, este modelo dobrável do iPad, no futuro, poderá mesmo substituir o iPad mini que, consequentemente, passaria para a montra vintage da marca.

O The Elec afirmou ainda que o novo iPad dobrável terá um ecrã de 10 polegadas. Um atributo muito bem-vindo neste tipo de equipamento e que seria uma melhoria face ao atual iPad mini que conta com um ecrã de 8,3 polegadas.

Por último, o mesmo site sugere que o iPad dobrável pode tornar-se num equipamento de topo altamente desejável. Tudo porque a referida publicação avança que o modelo dobrado terá um ecrã de 15,3 polegadas que quando aberto chegaria às 20 polegadas.

O que significa que teria um ecrã maior do que o suposto portátil dobrável da Samsung. Prevê-se assim uma competição renhida no segmento de equipamentos dobráveis.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira. Email:monicamarques@4gnews.pt