Samsung poderá aumentar os ecrãs do futuro Samsung Galaxy S8

Carlos Oliveira

Os rumores em torno do novo flagship da Samsung são cada vez mais uma constante no nosso dia-a-dia, o que não nos deixa esquecer que o mesmo estará a poucos meses de distância. Já vários aspetos do novo Samsung Galaxy S8 foram discutidos, desde as suas especificações, novas funcionalidades e design.

Vê também: Xiaomi Mi Mix. A acompanhar essa notícia, surgiu ainda o rumor de que as polegadas desses mesmos ecrãs poderiam ser também elas aumentadas, algo que na altura não dei muita importância.

Acontece que hoje acabei por me ver obrigado a falar no assunto, depois de um novo relatório vir precisamente afirmar que o Galaxy S8 viria com um incremento na dimensão do seu ecrã.

Quem avança com tal informações é um órgão de imprensa Sul-Coreano, afirmando que os novos Galaxy S8 terão 5.7 polegadas e 6.2 polegadas, com o último a poder conter a denominação "Plus". À primeira vista podemos pensar que estes equipamentos irão crescer, uma vez mais , na sua dimensão, tornando-os cada vez maiores. No entanto, se a Samsung conseguir de facto diminuir os bezels destes novos equipamentos, acontece que as dimensões poderão não crescer assim tanto.

Um dos motivos para este aumento de dimensões poderá ser uma forma indireta da Samsung compensar os que se sentiram desiludidos pelo desaparecimento precoce do Samsung Galaxy Note 7.

Tenho, obviamente, de te dizer para deitares uma pitada de sal neste rumor, até porque eu próprio demorei algum tempo a interiorizá-lo. A confirmar-se, só espero que a Samsung consiga realmente diminuir o rácio dos seus ecrãs, sob pena de a cada ano sermos confrontados com modelos cada vez maiores.

Talvez queiras ver:

Nova patente revela smartphone dobrável da Samsung já para o próximo ano

TouchWiz: Caíram em leak as primeiras imagens e vídeo da nova UI da Samsung

Football Manager Touch 2017 já disponível para download na Google Play Store

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.