Samsung pode ter revelado os nomes dos Galaxy A para 2020

Carlos Oliveira
Comentar

A Samsung acaba de registar nove novas designações junto do Instituto da Propriedade Intelectual da União Europeia. As designações registadas deixam a indicação de que possam ser direcionadas para os próximos membros da família Galaxy A.

Este ano a Samsung decidiu adicionar um "0" à denominação dos seus smartphones de gama média. Para 2020, parece que a tecnológica irá optar por adicionar o "1". Assim sendo, termos o Galaxy A11, Galaxy A21 até ao Galaxy A91.

Samsung registo

Esta é uma solução diferente do que a adição do ano de apresentação na designação do smartphone. Por exemplo, antes deste ano a Samsung havia apresentado o Galaxy A5 (2018) ou o Galaxy A7 (2018).

No entanto, a adição do "1" à designação dos próximos Galaxy A rapidamente relembra-me da estratégia usada pela Nokia. Uma estratégia que a própria empresa já veio admitir ser um pouco confusa para os utilizadores.

Ainda assim nada está confirmado

Tal como acontece com as patentes, este registo de marca não obriga a Samsung a fazer uso destes nomes. Aquilo que este documento revela é que a sul-coreana tomou as medidas legais necessárias para nenhuma outra possa usar estas designações.

No entanto, os dados aqui em causa são um forte indicador para uma mudança nas denominações dos seus Galaxy A. Afinal de contas, por que razão haveria a empresa de registar tais nomes se não tivesse a intenção de os usar?

Samsung parece empenhada em mudar os nomes dos seus smartphones

Hoje mais cedo surgiu a notícia de que a Samsung interrogou os seus fãs sobre possíveis nomes para futuros equipamentos. As hipóteses colocadas adicionam algo mais ao nome do smartphone, como, por exemplo, "Samsung Galaxy S10 Performance Edition".

Esses possíveis nomes devem ser dirigidos para os topos de gama da empresa e são, por enquanto, uma mera consulta popular. Já os registos que vemos aqui é algo mais subtil e que se encontra devidamente legalizado para poderem ser usados.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.