Samsung Galaxy Z Fold 4: fuga de informação traz boas notícias

Bruno Coelho
Comentar

Nas últimas semanas começaram a surgir as primeiras fugas de informação sobre os próximos smartphones dobráveis da Samsung. Os Galaxy Z Flip4 e Galaxy Z Fold4 só são esperados em agosto, mas os seus segredos vão sendo desvendados.

Samsung Galaxy Z Fold4 pode chegar com até 1 TB de armazenamento

Se és daqueles utilizadores que gosta de ter muito armazenamento disponível no smartphone, a Samsung pode conceder-te o desejo no Galaxy Z Fold4. Segundo a mais recente fuga de informação, o smartphone poderá ter até 1 TB de armazenamento interno.

Esta informação chega-nos através da página SamMobile, conhecida por ser especializada em assuntos Samsung. Recentemente, é bom recordar que também o Samsung Galaxy S22 Ultra chegou com esta mesma possibilidade.

Samsung Galaxy Z Fold 3
Samsung Galaxy Z Fold 3

No entanto, é bom termos em conta uma questão associada a smartphones com 1 TB de armazenamento. Por muito que tal seja atrativo, tal faz disparar o preço dessa versão, num tempo em que 256 GB deve ser o armazenamento da versão base.

Esta é uma opção que será atrativa para quem usa o smartphone para trabalho e precisa de armazenar bastantes documentos no equipamento. Até porque, recorde-se, nenhum Galaxy Fold trouxe até à data suporte para cartões microSD. E assim se deve manter na próxima geração.

Recorde-se que o Samsung Galaxy Z Fold3 chegou ao mercado com um preço recomendado de 1 959,99 € na sua versão de 512 GB de armazenamento. Isto significa que uma versão de 1 TB do próximo modelo deve necessariamente ultrapassar os 2000 €.

Não é de esperar que este seja um smartphone para todos os bolsos. Mas que certamente vai atrair alguns utilizadores intensivos, isso é certo. Resta-nos aguardar por confirmação oficial desta fuga de informação.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.