Samsung lança o primeiro monitor do mundo a combinar estas duas características

Bruno Coelho
Comentar

A Samsung assume-se como uma das líderes globais do mercado de monitores gaming. E querendo manter esse estatuto, apresentou um novo monitor que se destaca por ser o primeiro no mundo a combinar duas características de topo.

Samsung Odyssey Neo G8 combina 4K e 240 Hz

Falamos do primeiro monitor do mercado a chegar com resolução 4K e taxa de atualização de até 240 Hz. Chama-se Odyssey Neo G8 (G85NB) e promete qualidade de imagem realista, rápidos tempos de resposta e desempenho de topo.

“A Samsung está animada por apresentar o monitor gaming 4K mais rápido do mundo para desbloquear ainda mais oportunidades e oferecer inovação ao mercado, criando uma experiência nova e incrivelmente imersiva”, afirmou Hyesung Ha, vice-presidente executiva da Visual Display Business da Samsung Electronics.

Este monitor conta com um painel VA curvo com resolução de 3840 por 2160 pixeis (4K), com Quantum Matrix Technology. Junta-se a isto a referida taxa de atualização de 240 Hz e tempo de resposta de 1 milissegundos.

Samsung

Samsung Odyssey Neo G8 tem tecnologia Quantum Mini LED

Esta resolução é suportada por até 95% do espectro de cores DCI-P3. Conta com AMD FreeSync Premium Pro e tecnologia Quantum Mini LED para que controles todos os LED disponíveis.

O Quantum HDR 2000 combinado com 2000 nits de pico de brilho promete oferecer-te a imersão necessária. Com a CoreSync, as cores detetadas no monitor são projetadas na traseira para maior imersão.

Conta com tecnologia Matte Display, para melhor te proteger dos reflexos. A sua base é ajustável em altura, e pode girar ou inclinar-se. Conta também com suporte para VESA, dando aos utilizadores a possibilidade de personalizarem o seu setup.

No que diz respeito a conectividade, podes contar com uma Display Port 1.4, HDMI 2.1, e duas portas USB3.0.

Este monitor tem um preço recomendado de 1499 dólares.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.