Samsung Galaxy S9: Primeiro dia de pré-venda abaixo do Galaxy S8

Filipe Alves

Os Samsung Galaxy S9 e Galaxy S9+ foram apresentados no passado dia 25 de fevereiro, no Mobile World Congress. No mesmo dia, estes equipamentos entraram na sua fase de pré-venda. Uma fase especial que durará até ao próximo dia 16 de março, altura em que os mesmos chegarão às prateleiras. Mas será que irão vender tanto quantos os Galaxy S8, apresentados há um ano?

Este poderá ser um dos maiores receios da Samsung relativamente aos seus novos topos de gama. Afinal de contas, as diferenças entre os Galaxy S9 e os Galaxy S8 não são muitas. Entre estas duas gerações temos apenas pequenos pormenores e pequenas melhorias. A sua base é a mesma.

Vê ainda: OxygenOS, a UI da OnePlus como alternativa ao Android puro da Google

Posto isto, será que os consumidores se sentirão impelidos a adquirir os Galaxy S9 e S9+? Para aqueles que possuam um Galaxy S8, essa necessidade poderá não se manifestar. O design dos equipamentos é praticamente o mesmo. O desempenho de um para o outro também não variará drasticamente. Talvez a nova câmara com abertura variável seja o principal trunfo da geração apresentada há semanas.

Enquanto que dados oficiais não são revelados, apenas temos como base rumores e relatórios. Dados que se acreditam espelhar a realidade dos factos mas que não podem, em momento algum, ser tomados em linha de conta como oficiais.

Um novo relatório oriundo da Coreia do Sul afirma que o Samsung Galaxy S9 teve uma procura abaixo do Galaxy S8 no seu primeira dia de pré-venda, no seu mercado caseiro. Segundo esta fonte, a 25 de fevereiro, foram registadas menos 30% de reservas do novo topo de gama da Samsung quando comparado com o seu antecessor.

Samsung Galaxy S9 poderá vender menos do que o Galaxy S8

Alegadamente, apenas 180.000 unidades dos Samsung Galaxy S9 foram adquiridas junto das operadoras sul-coreanas. Um número um pouco abaixo das 260.000 unidades dos Galaxy S8 registadas no seu primeiro dia de pré-venda.

Importa referir que no passado já tivemos informações um pouco contraditórias com as hoje apresentadas. No início desta semana foi reportado que as pré-vendas do Samsung Galaxy S9 estariam em linha com as do seu antecessor.

Declarações que podem ser explicadas pelo facto de esses números englobarem já um maior período temporal de pré-venda. É importante frisar que os dados principais deste artigo referem-se apenas ao primeiro dia desta fase.

Olhando para o futuro, observadores da indústria acreditam que as vendas do novo topo de gama se fixarão abaixo do Galaxy S8. Podemos estar perante um queda de 20% a 30% quando comparado com os números registados em 2017. Algo facilmente justificado pelas poucas diferenças entre o S9 e o S8.

No entanto, tudo isto é pura especulação até que a Samsung nos forneça dados oficiais. Os novos topos de gama da sul-coreana apenas chegarão às lojas no final desta semana e, a partir daí, podemos assistir a um aumento considerável nas suas vendas.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Nokia 9 com sensor biométrico no ecrã? Rumores dizem que sim!

Xiaomi Mi 5 recebe o Project Treble da Google, mesmo sem Android Oreo

Google vai mudar o design da pesquisa no Chrome dos smartphones

Fonte | Via

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.