Samsung Galaxy Note 7 proibido pela TAP e Lufthansa em todos os seus voos

Carlos Oliveira

note-7-4gnews

A Samsung viveu meses complicados por culpa do seu mais recente equipamento Galaxy Note 7, até que, por fim, decidiu corajosamente cancelar oficialmente este promissor equipamento. Escusado será certamente voltar a frisar o causador de toda esta problemática, pois foi algo que dominou, durante muito tempo, os nossos artigos.

Vê também: Galaxy S7 e S7 Edge já começaram a receber uma nova atualização de software

O perigo de explosão que estava inerente a este equipamento já levou a que companhias áreas estrangeiras proibissem totalmente o transporte do Samsung Galaxy Note 7 nos seus voos e era uma questão de tempo até que as companhias nacionais seguissem o mesmo caminho.

Com efeito, a partir de hoje a TAP e a Lufthansa proíbem totalmente o transporte do Samsung Galaxy Note 7 em todos os seus voos. No caso da companhia portuguesa, foi através de um comunicado no seu site oficial que a TAP deu a conhecer a medida.

samsung-galaxy-note-7-4gnews-1

Nesse mesmo comunicado pode ler-se que a companhia aérea portuguesa proíbe a entrada deste smartphone nos seus aviões, quer seja nos bolsos dos passageiros, bagagem de mão ou de porão. Caso o mesmo seja detetado ainda no aeroporto, o mesmo ficará retido sem qualquer oportunidade de reaver o equipamento.

Já no caso da Lufthansa, as diretivas são praticamente as mesmas. Embora esta seja uma companhia alemã, assume aqui a sua importância de notícia por ser uma companhia que opera em território luso.

Uma vez que a Samsung encontra-se já em fase de recolha de todos os Galaxy Note 7 já comercializados, o nosso concelho é que atendam a tal e que nenhuma destas direcrizes tenha de ser posta em prática.

Talvez queiras ver:

Novo processador Kirin 960 da Huawei apresentado oficialmente

Xiaomi vende 1 milhão de smartphones na Índia em apenas 18 dias

Amazon poderá criar um serviço de internet para os seus clientes Prime Europeus

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.