Samsung-Galaxy-Note-7-Price-ATT-Sprint-T-Mobile-and-Verizon-1

O Samsung Galaxy Note 7 será apresentado oficialmente daqui a pouco mais de um mês, durante um grande evento da marca agendado para o dia 2 de agosto. Apesar disso, o Samsung Galaxy Note 7 já não é propriamente um segredo bem guardado e, a cada dia que passa, vamos ficando a conhecer uma e outra característica do próximo phablet da gigante sul-coreana.

Depois de há alguns dias atrás termos ficado a conhecer as especificações técnicas do Samsung Galaxy Note 7, pelo menos algumas delas isto é, e depois de termos visto novas informações sobre a capacidade da bateria deste equipamento, que rondará os 3600 a 4000mAh, hoje temos algo bem mais importante para noticiar.

   

Em primeiro lugar, o Samsung Galaxy Note 7 será bastante parecido com o Galaxy S7 Edge, construído em vidro e com as laterais curvas mas, apesar das suas semelhanças, o Samsung Galaxy Note 7 terá alguns truques na manga e uma boa dose de inovações. Segundo consta, o leitor de íris ou scanner da íris será o próximo passo na evolução da segurança e métodos de proteção para os smartphones.

Vê também: Prováveis especificações do Samsung Galaxy Note 7

Note7-vs-S7-Edge-840x751
Galaxy Note 7 (esquerda) S7 Edge (direita)

Segundo um exclusivo dos nossos colegas da Android Authority, o Samsung Galaxy Note 7 terá um painel frontal repleto de câmaras e sensores como ilustra a imagem acima. Desde o sensor de luminosidade e proximidade, ao auscultador, LED de notificações e duas ou três câmaras frontais. Este aparente excesso de câmaras não servirá apenas para as selfies mas também para que possas desbloquear o teu Samsung Galaxy Note 7 com o padrão da tua íris.

Vê também: Homem casou-se com o seu smartphone em Las Vegas

Este scanner da iris será uma alternativa ao leitor de impressões digitais, acomodado no botão central home, para que possas desbloquear o equipamento com este novo método. Algo que já vimos em alguns equipamentos com Windows Phone (veja-se o novo Microsoft Surface), apesar de, nestes equipamentos o desbloqueio com o padrão da retina ser mais eficaz quando efectuado a uma certa distância.

Em suma, o principal desafio da Samsung será tornar o scanner da íris uma alternativa tão ou mais viável, rápida e eficaz do que os leitores de impressões digitais ou sensores biométricos. De qualquer forma, esperemos que o Samsung Galaxy Note 7 nos traga mais novidades para além das especificações actualizadas e um novo método de desbloqueio.

Talvez queiras ver:

Fonteandroidauthority
Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).