Samsung Galaxy Note 10: estes são os seus possíveis preços

Filipe Alves
Comentar

O Samsung Galaxy Note 10 e Note 10+ (ou Pro) serão revelados de forma oficial já no dia 7 de agosto. Os rumores são constantes e as certezas quase absolutas. Porém, faltava-nos uma informação para perceber que tipo de mercado é que o Notre 10 vai atacar.

Visto que é um topo de gama, esperava-se que os valores fossem altos. Infelizmente, esta teoria confirma-se. De acordo com o conhecido @OnLeaks, os retalhistas estão a indicar que o valor domínio do Samsung Galaxy Note 10 será de 999€. Isto para a variantes "mais acessível".

Samsung Galaxy Note 10
Alegado Samsung Galaxy Note 10

Possíveis preços dos Samsung Galaxy Note 10 e Note 10+

  • Samsung Galaxy Note 10 com 256GB - 999€
  • Samsung Galaxy Note 10+ com 256GB - 1149€

Memória interna do Samsung Galaxy Note 10 será o dobro do Galaxy S10

Contudo, nem tudo são más notícias. Aparentemente a Samsung trará uma maior memória interna para os equipamentos Note. Segundo as informações da mesma fonte, o terminal contará com o mínimo de 256GB de armazenamento interno. Ainda não é sabido se dará a possibilidade de aumentar via MicroSD, porém, a última vez que a Samsung retirou essa característica os fãs não gostaram.

Assim sendo, podemos assumir que a variante mais alta do terminal deverá chegar ao 1TB de armazenamento. Ou seja, 512GB de memória interna e possibilidade de expandir com mais 512GB via MicroSD.

As diferenças entre o Note 10+ e Note 10

  • Maior ecrã 6.7" polegadas em vez de 6.3"
  • Mais uma câmara traseira (ainda sem conhecimento de qual a característica)

Para já são essas as diferenças que temos ideia que teremos entre os dois equipamentos. Espera-se, contudo, a adição da versão 5G do modelo Plus, tal como aconteceu com o Samsung Galaxy S10. Todavia, não sabemos até que ponto é que o terminal venderá em Portugal.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.